Análise do Livro: Head's-Up No Limit Hold'em por Collin Moshman

Análise do Livro: Head's-Up No Limit Hold'em por Collin Moshman 0001

Acção. É aquilo que mais querem os jogadores de poker, quanto mais jogam, mais precisam dela. Percebendo este princípio, vemos como a história recente do poker – particularmente a evolução dos jogadores e as várias formas de jogo online – têm seguido um sequência bastante previsível.

Temos visto como os jogos no-limit atraem muito mais jogadores do que as outras variantes do jogo. Os torneios turbo têm ganho muita popularidade em detrimento das outras estruturas mais lentas. Temos testemunhado que os jogadores de cash e também os de torneios, preferem jogar contra poucos adversários para poderem jogar mais mãos. Desta forma os torneios 6-máx, e os sit & go's têm se tornado cada vez mais atractivos para os jogadores, ao invés dos normais MTT's. Por outro lado, ao nível dos cash games, a preferência tem recaído para jogos short-handed. Muitos jogadores estão a ir mais além e têm escolhido jogar head's-up, quer seja em cash games quer seja em torneios, pois neste caso estão necessariamente sempre em acção.

Após ter lançado no ano passado o livro, Sit 'n Go Strategy, Collin Moshman lança agora outro interessante livro de estratégia, direccionado para aqueles que jogam head's-up. No Heads-Up No-Limit Hold'em: Expert Advice for Winning Heads-Up Poker Matches, Moshman apresenta uma estratégia para jogar head's-up NLH, com várias dicas sobre cash games e torneios, para jogo online e ao vivo. Embora este livro não seja especificamente para novatos ( que provavelmente não deviam começar por jogar head's-up), o Heads-Up No-Limit Hold'em foi escrito para um vasto público, jogadores num nível intermédio/avançado podem beneficiar com o seu conteúdo.

O livro está organizado em 7 capítulos, começando pelo capítulo intitulado "The Fundamentals". Como o próprio autor sugere, o livro terá como alvo principal jogadores mais experientes, daí que possam passar por cima desta introdução onde são focados temas como pot odds, valor esperado, tamanho efectivo das stacks e outras ideias básicas (fold equity, continuation bet, value bet).

No segundo capítulo "Playing Styles and Exploiting Styles" são descritos vários tipos de jogo, assim como os seus pontos positivos e negativos. Durante este capítulo, assim como durante todo o livro, Moshman defende o factor agressão como a base de uma estratégia vencedora no jogo head's-up. São apresentadas as características básicas dos 4 estilos de jogo que o jogador tenderá a encontrar nas mesas (loose-aggressive, tight-aggressive, loose-passive, tight-passive) e são explicadas formas de atacar e contra atacar este tipo de jogo. Também se fala em aspectos mais particulares como o "hit-to-win", que por vezes é usado por jogadores tight-passive.

No terceiro capítulo, "Pot Size Manipulation" é introduzido o útil conceito "bets-per-hand". Outros conceitos que surgem no contexto do pot control são o "process of elimination" e o "price-setting the river".

O capítulo seguinte, "Crucial Head's-up Concepts Situations", é o mais longo do livro, ocupando cerca de um terço do mesmo. Este capítulo é dividido em 20 pequenas partes, que focam várias questões específicas do jogo head's-up. Estas questões vão desde coisas gerais (fazer call a raises do botão, atacar quando o botão faz limp, slowplay) até situações muito especificas como "Committing All Your Chips with Ace-King" ou "When the Turn Brings an Overcard". No final deste capítulo aparecem algumas considerações sobre jogos head's-up entre jogadores com diferentes níveis de experiência e skill. Nesta parte são dados alguns exemplos onde se mostra como um jogador amador pode jogar uma mão de maneira muito diferente de um profissional.

Durante o livro o autor tenta não diferenciar muito cash games e torneios, visto que a maior parte dos seus conselhos se aplicam a ambos os tipos de jogo. No capítulo cinco, "Cash and Tournament Formats", são focados os diferentes factores dos dois tipos de jogo, o aumento das blinds, a possibilidade de fazer rebuy e o rake.

Neste capítulo, Moshman responde a várias questões sobre torneios, focando em especial a noção de "effective stack sizes". Durante todo o livro, o autor insiste que só é significativo falar em "effective stacks" em jogos head's-up. Num capítulo chamado "Are Effective Stacks Really Enough?" Moshman defende que quando um jogador se encontra em head's-up num torneio, o facto de ter muitas ou poucas fichas é essencial na hora de tomar uma decisão. Moshman diz que "da perspectiva matemática" é "incorrecto" numa situação de head's-up não perceber que " o tamanho efectivo da stack é único critério (relativo à stack) necessário para se tomar uma decisão".

Nos últimos 2 capítulos são discutidos vários assuntos, "The Metagame", "Career Play" assim como dicas sobre tilt control, timing tells, entre outros pormenores do jogo em head's-up. O livro termina com alguns apêndices onde se podem encontrar probabilidades para mãos pré-flop, drawing odds e rankings de mãos iniciais.

O livro está bem escrito e as ideias são expostas de forma clara e bem organizada. Uma das mais valias do livro é o método utilizado por Moshman, que ilustra todos os conceitos e teorias com mãos de exemplo, um método já utilizado no seu anterior livro. No Heads-Up No-Limit Hold'em a maioria das mãos foram retiradas do NBC National Heads-Up Poker Championships 2005, e dão uma ajuda preciosa na compreensão dos conceitos apresentados.

Embora o Heads-Up No-Limit Hold'em possa parecer um livro muito especializado, a discussão que o mesmo contém, é útil para todo o tipo de jogadores, mesmo não sendo jogadores de head's-up.

Moshman fala sobre aquilo a que chama de "accidental head's-up", que ocorre em jogos full ring, por exemplo, nos confrontos blind vs. blind. Moshman defende que alguns ensinamentos do jogo em head's-up podem ser úteis em outras situações. Qualquer jogador que tenha jogado cash games ou torneios sabe que muitas vezes nos encontramos em situações de head's-up pós-flop, e aí os ensinamentos do livro podem ser bastante úteis.

Este livro, deve ter lugar nas estantes de livros de todos os jogadores de poker, quer sejam amantes do jogo em head's-up ou não. Mesmo que não seja jogador de head's-up (ou não procure muito a acção), se for um jogador bem sucedido, mais tarde ou mais cedo o head's-up (e a acção) virão ao seu encontro.

Mais notícias

O que pensas?