Agora ao vivo Unibet Open Bucharest

Perfil PokerNews - Vivek Rajkumar

Perfil PokerNews - Vivek Rajkumar 0001

"Dá as fichas ao Vivek! Mostra-lhe king high!", foi o grito que se ouviu desde o rail, pela voz de um endiabrado rapaz, na já quase vazia Amazon Ballroom às 3 da manhã.

Vivek Rajkumar estava perto de chegar à final table do torneio de $3,000 Limit Hold'em nas WSOP 2007, feito notável aos 21 anos e 9 dias de idade, seria o seu quarto ITM em 6 torneios jogados nas WSOP. Isto tudo em apenas uma semana, pois Vivek tinha adquirido a idade legal para jogar, há apenas 9 dias. Mas Rajkumar não era um novato, já jogava online e fazia disso o seu ganha-pão há alguns anos. Com estes resultados esteve perto de bater o recorde de Steve "MrSmokey1" Billirakis, alcançado apenas um mês antes, como o mais novo jogador a ganhar uma bracelete nas WSOP.

Vivek Rajkumar nasceu na Índia, e passou a maior parte da sua infância em Singapura antes de se mudar para os Estados Unidos com a sua família, aos 12 anos. Com um percurso académico brilhante, Rajkumar entrou na Universidade de Washington com 15 anos, e acabou o seu curso de matemática aplicada à engenharia informática ainda antes de fazer 19. Trabalhou na Microsoft como engenheiro informático, onde criava aplicações para smart phones. Ao mesmo tempo foi desenvolvendo o seu interesse pelo poker, e quando Chris Moneymaker ganhou as WSOP em 2003, Vivek começou a jogar torneios de $1 com os seus amigos, apenas para se divertir. Com esforço convenceu o pai a abrir uma conta na Party Poker com $50, desses $50, fez milhares.

Quando tinha começado a jogar torneios de uma forma mais séria há apenas alguns meses, Rajkumar alcançou um feito difícil de bater – chegou por 2 semanas consecutivas à final table do Party Poker Million. Os ganhos alcançados nessas 2 final tables, fizeram com que a sua banca crescesse e consequentemente que começasse a jogar mais. Muito mais fascinado com o poker do que com o seu trabalho na Microsoft, após um ano a jogar em part time, decidiu abandonar o seu lugar na empresa de Bill Gates e tornar-se profissional de poker. Como já tinha o seu curso e alguma experiência, se algo corresse mal tinha sempre hipóteses em aberto. Embora ainda não tivesse 21 anos, Rajkumar mudou-se para Las Vegas e começou a jogar online full-time, enquanto estudava o jogo a fundo e revia constantemente as suas hand histories.

Em Junho de 2007, Rajkumar fez finalmente 21 anos. Não perdeu tempo e começou imediatamente a jogar ao vivo. Nesse Verão fez 5 ITM nas WSOP, incluíndo a presença na final table do torneio de $3,000 Limit Hold'em, onde terminou em 6º lugar. Embora não tivesse batido o recorde de Steve Billirakis nesse dia, ganhou quase $37,000, e no final das contas da sua prestação em todas as WSOP 2007, o saldo foi: $114,000. Após as WSOP continuou a sua senda vitoriosa pela strip, acabou em 9º o torneio de $10,000 Main Event no Caesar's Palace, em 8º o torneio de $2,500 No Limit Hold'em no Bellagio Five-Diamond Classic e em 26º o torneio do WPT $15,000 Main Event durante o Bellagio Five-Diamond. A sua maior vitória surgiu em 2008 no L.A. Poker Classic, onde ganhou $113,000 no torneio de $2,000 No Limit Hold'em. Nesta final table, Rajkumar derrotou alguns nomes de vulto: Ryan Hughes, Brandon Cantu e Toto Leonidas.

Nas WSOP de 2008, somou mais 3 ITM à sua lista, ainda que não tenha alcançado nenhuma final table. Teve de esperar até Setembro, e no Borgata Poker Open, chegou à final table do Main Event de $10,000, e depois de o seu TT ter ganho ao AA de Mark Seif (com T no flop), a sua esperança em alcançar um título do WPT crescia a cada mão. Encontrava-se agora com o dobro das fichas. Esta final table foi a mais rápida de toda a história do WPT, em apenas 48 mãos Rajkumar arrumou com os seus adversários e levou para casa os $1.4 milhões de dólares destinados ao primeiro lugar.

"Skill game", foram as palavras usadas, mas a vitória de Rajkumar foi conseguida à custa de incontáveis suckouts durante todo o torneio.

Hoje em dia Rajkumar passa a maior parte do seu tempo a correr o circuito, embora continue a jogar online. Jogando sob o nick "psyduck", acabou em 6º lugar o Sunday Millions da Poker Stars e perdeu no head's-up do $109 NLHE c/ rebuys também na Poker Stars. Estes resultados são apenas alguns exemplos das dezenas de final tables alcançadas por Vivek.

Quando não está a correr o circuito, Vivek Rajkumar vive em Las Vegas.

Mais notícias

Torneios relacionados

O que pensas?