Agora ao vivo Live Stream André Coimbra PokerStars.pt

Aussie Millions Flashback: Os Anos de Ouro do Poker Australiano

Aussie Millions Flashback: Os Anos de Ouro do Poker Australiano 0001

No flashback anterior vimos como o Aussie Millions no Crown Casino em Melbourne, Austrália cresceu de um evento com buy-in de AUD $1,000, em 1998, para um evento de AUD $10,000. Em 2004 o prize pool cresceu para AUD $1.3 milhão.

Entre 1998 e 2002 os participantes eram na sua maioria australianos e previsivelmente os vencedores também. Mas quando o buy-in aumentou para $10,000 o Crown começou a receber muitos jogadores internacionais, especialmente do Reino Unido. E em 2003 e 2004, dois ingleses, Pedro Costa e Tony "The Lizard" Bloom, reclamaram o título.

Depois da vitória de Chris Moneymaker nas WSOP no verão de 2003, o poker começou a prosperar. O fenómeno fez-se sentir em todo o mundo e a Austrália não foi excepção. A sala regular de poker do Crown tinha 'encolhido' para apenas 12 mesas, nos anos anteriores, mas em 2004 foram colocadas mais mesas para receber o Aussie Millions e nunca mais foram removidas dessa mesma sala. Em Janeiro de 2005, no início de mais um Aussie Millions, a sala de poker do Crown contava já com 26 mesas.

Em 2005 precisaram de todas essas mesas pois o field inicial cresceu para 263, mais 97% do que no ano anterior. O pize pool cresceu para AUD$ 2,6 milhões e o vencedor levou para casa um primeiro prémio de $1,000,000. Depois de o título ter sido conquistado duas vezes por jogadores ingleses, nos últimos anos, o público torcia por um vencedor da casa.

O vencedor acabou por ser Jamie Dai, da Nova Zelândia. Dai já participava no Aussie Million e em outros eventos na Austrália desde 2000, ano em que terminou em 2º num evento preliminar do Aussie Millions. Em 2001, Dai venceu o evento preliminar Pot Limit Omaha e fez a mesa final do Main Event, terminando na 6ª posição. Em 2003 conseguiu mais duas mesas finais em eventos preliminares. Em 2005 foi o ano da glória conquistando o título do Main Event.

Apenas sete meses mais tarde os Australianos estavam a festejar a brilhante vitória de Joe Hachem no Main Event das WSOP, que teve um efeito 'Chris Moneymaker' nas Austrália. O Crown Casino, que já tinha muito trabalho com 26 meses, aumentou para 50 e continuou a estar muito ocupado.

Em 2006 o field inicial aumentou em cerca de 60% e o prize pool saltou para os $4 Milhões. Nesse ano nomes como Kathy Liebert, Antonio Esfandiari, Michael Gracz, Kristy Gazes, Tony Bloom e Jamie Da, terminaram ITM. A mesa final incluiu Kenna James, Shannon Shorr, Mark Vos e Nemad Medic, todos na luta pelo primeiro prémio de AUD $1.2 Milhão. No final acabou por ser Lee "Final Table" Nelson, outro herói da região, a reclamar o título.

Antes de ganhar este título, Lee Nelson tinha 16 mesas finais em eventos do Aussie Millions. Este veterano do poker já tinha no seu currículo duas mesas finais no Main Event. Terminou em 4º em 2002 e em 8º em 2001. Á terceira foi de vez.

Era difícil de acreditar que o Aussie Millions iria crescer mais depois de 2006, mas cresceu. Em 2007 assistiu-se a uma verdadeira rumaria de profissionais e jogadores qualificados online.

Mais notícias

Torneios relacionados

jogadores relacionados

O que pensas?