Agora ao vivo Unibet Open Bucharest

Marco Traniello – Estrela em Ascensão!

Marco Traniello – Estrela em Ascensão! 0001

Quando entrevistei Jennifer Harman na sala Bobby, no Bellagio, apercebi-me do marido notável que ela tem, Marco Traniello.

Jennifer disse: Se tivesse de escrever uma carta a Deus sobre o que queria num homem, ele me enviaria o Marco".

Depois de dizer isto, pensei, "Este é o meu dia de sorte, uma vez que tinha planeado encontrar com o Marco no Palms Casino para a sua entrevista". Eles permanecem casados e felizes há 8 anos, com 2 meninos gémeos de 19 meses.

Enquanto dirigia-me para o Palms para entrevistar o Marco, admirava-me como eles conseguiam fazer o casamento resultar. Á superfície, parecem de mundos diferentes: Jennifer esteve na Ladbrokes Poker, onde nunca nenhuma esposa tinha tido sucesso, como uma grande vencedora de cash-game no poker, e portadora de uma bracelete de ouro WSOP (com outra a caminho em breve). As suas horas de trabalho são variadas e muitas vezes fica a noite toda a jogar. Ela diz que está em serviço como um doutor. Enquanto vive em Las Vegas. Jennifer foi e ainda é, uma das melhores jogadoras de High-Stakes poker do mundo.

Por comparação, Marco até não jogou poker no início da sua relação. Ele viveu no outro lado do mundo numa pequena cidade a sul de Roma, na Itália, e era um cabeleireiro profissional. Ele não sabia nada sobre poker, o que era uma grande parte do mundo de Jennifer.

Num encontro no parque de estacionamento do Bellagio, enquanto Marco estava na sua primeira semana de férias em Las Vegas, os dois, por obra do acaso, pararam os seus carros ao lado um do outro e deixaram o casino à mesma hora. Devido a este encontro de dez segundos, Marco tinha cinco minutos para convercer Jennifer a irem dançar, isto depois de ela ter perdido $50,000.00 numa sessão de poker. As probabilidades de todos estes elementos acontecerem num tão curto estaco de tempo eram de um para um bilião, mas os dois permanecem casados e felizes!

O poker poder ser uma parede divisória entre um casal, se um dos elemtos for jogador e o outro não. Nem todos os jogadores são vencedores, e isto cria um enorme stress para um casamento acima de todas as outras no mundo do poker! Aqui temos a situação oposta: A mulher é uma jogadora vencedora no maior cash game do mundo diariamente. Como poderá qualquer potencial marido encontrar um meio de juntar-se ao mundo dela, um que ainda nem teria jogado poker? Parecia quase impossível competir contra isto e encontrar um meio de se juntar ao mundo dela, ainda notavelmente, Marco encontrou maneira de o conseguir. É dito que a paciência é uma virtude, e Marco escolheu ver, na maior parte do tempo, a sua mulher jogar poker durante os primeiros cinco anos!

A maioria das pessoas nem sequer estão autorizadas a entrar na sala Bobby no Bellagio para ver, mas Marco é tão agradável que todos os prós famosos gostam de ter a sua presença com um lugar de primeira fila. De facto, Marco ficou amigo de quase todos os jogadores famosos que jogam na sala, embora seja o clube de poker mais exclusivo do mundo.

Marco definitivamente alcançou o mundo de Jennifer muito calmamente, enquanto era um observador extremamente atento. Não só aprendeu os elementos mais perfeitos do jogo vendo Jennifer, como teve de a ver jogar contra muitos dos melhores jogadores da Terra. Estudando quase todas as matérias durante cinco anos, ele está perto da obtenção do Mestrado. A sala Bobby no Bellagio seria o equivalente a assistir à melhor universidade do mundo para aprender a arte do poker, Durante os últimos três anos, Marco competiu em torneios e está tornando-se numa estrela emergente em torneios, conseguindo chegar ao dinheiro em 20 eventos do WSOP, inclusive cinco mesas finais!

Há basicamente dois mundos separados no poker: Jogando em cash games, onde Jennifer é especialista; e jogando em torneios, onde Marco está melhorando constantemente e fazendo a sua própria marca. Que solução brilhante para trazer o poker na vanguarda da sua relação, onde um enorme vínculo é formado entre eles torcendo um pelo outro, falando sobre estratégias, sobre como uma mão poderia ser melhor jogada numa próxima vez. Há muito poucos casais que gostam deste tipo de vínculo em algo que ambos amam fazer. Ele torce por ela no Big Game e como é excitante para ela quando ele chega ao dinheiro num torneio, ou chega a uma mesa final.

Jennifer é a sua maior fã, de quem está muito orgulhosa por ter conseguiu alcançar o que alcançou sozinho nestes três últimos nas WSOP. Jennifer e Marco normalmente fazem o buy-in de $10,000 juntos nos vários eventos principais do WSOP e WPT realizados no Rio e Bellagio, respectivamente. Jennifer selectivamente entra em alguns outros eventos do WSOP, que agora é parte do mundo de Marco. Na minha opinião, isto torna a relação muito sã para ambos, que os levaram a ser conhecidos como o par mais dinâmico do poker!

De repente, consegue-se ver do exterior como os dois foram capazes de fazer do poker uma grande parte do seu feliz casamento com sucesso. Na verdade, provavelmente 99% da maior parte dos homens teriam sido intimidados de uma esposa que é considerada como a única mulher no mundo que durante longo período de tempo tem sido uma vencedora bem sucedida no mundo do poker diariamente em high-stakes,

Jennifer tinha razão… Marco Traniello não é um homem comum. Ele é confiante, modesto, é encantador, brilhante, e é uma daquelas pessoas que tem o dom de fazer os outros sentirem-se confortavelmente quando estão em volta dele. Quando o conheci na sua entrevista no Palms, foi isto exactamente isto que senti. Ele fala fluentemente o italiano e um pouco de espanhol, e tem um acento encantador quando fala inglês. Marco foi uma hora mais cedo para o Palms, porque o Johnny Chan pediu para ser anfitrião na festa do All In Energy Drink VIP agendado para realizar-se perto da piscina. Isto funcionou muito bem, enquanto ele saiu um pouco da festa para nos conceder a entrevista.

Enquanto comecei a entrevista de Marco (Marco é patrocinado pela Full Tilt Poker), só posso dizer que é umas das pessoas mais simpáticas que alguma vez podem encontrar, não apenas no mundo do poker, mas em qualquer lado. Ele é extremamente bonito e está numa forma excelente, ao ponto de qualquer pessoa interrogar-se se seria modelo profissional. Aqui estão algumas coisas que quero compartilhar convosco da nossa entrevista:

Marco Traniello – Estrela em Ascensão! 101

Sexton´s Corner: Marco, depois de entrevistar sua esposa Jennifer no Bellagio, ela contou-me a maravilhosa história em como vocês dois se encontraram num parque de estacionamento do Bellagio. Parece que vocês os dois ficaram imediatamente atraídos um pelo outro, casaram em apenas seis semanas, e você estando três dessas semanas de regresso à sua casa na Itália. Naquele primeiro contacto soou interessante, como ela disse que acabara de perder $50,000 dólares num jogo de poker. Pareceu que só precisou de cinco minutos para a conquistar no parque de estacionamento, enquanto estava estacionado ao lado do Porche dela. Do seu ponto de vista, pode compartilhar connosco do que se lembra sobre aquela primeira possibilidade de encontro que os dois tiveram?

Marco Traniello: Ok, o que aconteceu foi que a convidei para sair naquela noite. Estava com um amigo meu. Depois de falar com ela no estacionamento, decidiu que me levaria a dançar. Então, fomos para a sua casa, porque ela queria trocar de roupa. Ela chamou o seu guarda-costas. Um tipo grande chamado Daniel Negreanu (enquanto Marco sorria), e diz, ´ Estou aqui com dois garanhões italianos na minha casa. Estou a mudar de roupa. Eles vão esperar por mim, e depois vamos sair para dançar. Daniel rapidamente respondeu: "estás maluca? Estás completamente louca?" Mas ela sentiu que eu era um bom tipo, adivinhou. Fomos dançar, e depois de algumas semanas ambos quisemos casar. Agora depois de oitos anos e dois meninos gémeos, ainda nos amamos muito e divertimo-nos.

Sexton's Corner: O que pensou, Marco, quando encontrou a Jennifer e ela disse-lhe que era uma jogadora profissional de poker? Quero dizer, ela parece tão inocente e atraente. É difícil acreditar que ela pode saltar com aqueles tubarões… quero dizer que, fico curioso sobre o que pensou quando a conheceu?

Traniello: Eu sei. Voltando ao tempo em que a ia observar na mesa, e ela jogava realmente grandes limites com Doyle Brunson, Chip Reese, Howard Lederer, Chau Giang, e outros. Ela parecia que não precisava de uma cadeira - ela precisava de uma grande cadeira! No inicio da nossa relação pensei que ela estava numa onda de sorte, mas ela continuava a ganhar!

Sexton´s Corner: Deve ter ficado completamente atordoado ou chocado vendo isto?

Traniello: Sim… Eu teria de trabalhar dois anos para ganhar o que ela ganhou num dia!

Sexton´s Corner: A Jennifer disse-me que você observou o jogo dela durante aproximadamente cinco anos. Disse que sentou-se lá calmamente e que aprendeu a maior parte por si mesmo, que você apanhava muitas diferenças nos oponentes, e como depois lhe indicaria como cada jogador joga e o melhor modo de jogar de cada jogador. Ela disse que você conseguiu a maior parte sozinho, e ela começou a aperceber-se do talento natural que você tinha para o jogo, e o seu potencial como as suas habilidades de observação.

Traniello: Eu acredito que uma boa pessoa é aquela que faz boas perguntas. As minhas perguntas foram sempre direitas a Daniel Negreanu e Todd Brunson, de quem me tornei amigo. Eles empurram-me a jogar o meu primeiro WSOP em 2005, e cheguei ao dinheiro em sete vezes! Cheguei ao dinheiro cinco vezes este ano e agora 20 vezes no geral no WSOP. No ano passado fiz três mesas finais no WSOP, e agora fiz um total de cinco mesas finais no WSOP nestes últimos quatro anos.

Sexton´s Corner: Wow – é mesmo um bom registo. Qual foi o lugar mais alto que conseguiu?

Traniello: No ano passado no $10,000 Omaha Pot Limit fiquei em quinto no WSOP.

Sexton´s Corner: Parece que está batendo á porta por pouco!

Traniello: (com um grande sorriso) eu estou batendo à porta todos os dias!

Sexton´s Corner: Você mencionou Daniel Negreanu e Todd Brunson, e parece que você e a Jennifer ficaram bons amigos de ambos.

Traniello: Sim, Daniel e a Jennifer são como irmãos… os melhores dos amigos. Eles falam muito pelo telefone e falam das mãos que poderiam jogar de maneira diferente, etc. Eu e o Todd, ficamos muito amigos, mesmo que ele tivesse tido encontros com a Jennifer antes de eu a ter conhecido. De facto, Todd é o padrinho dos nossos gémeos.

Sexton´s Corner: Onde é que vocês se casaram?

Traniello: Foi num lugar chamado Little White Chapel, localizado no Strip na baixa da cidade…

Sexton´s Corner: conheço esse sítio… é uma capela onde se casou muita gente famosa, incluindo Frank Sinatra e Mia Farrow, Bruce Willis e Demi Moore, Paul Newman e Joanne Woodward, Steve Lawrence e Eydie Gorme, Judy Garland, Michael Jordan, Mary Tyler Moore, e Rita Hayworth.
Vou contar-lhe uma história rápida engraçada sobre aquela capela quando dirigia um táxi: apanhei um casal no Valet no Bellagio, e quando entraram ele disse: "Filho, tenho 80 anos e esta senhora encantadora com quem estou tem 20. Voámos desde Alemanha para casar em Las Vegas, e queremos que nos leve para uma capela!" Foi a primeira vez para mim como taxista, mas sabia do Little White Chapel, que ofereciam um serviço interior como pelo passeio, então levei-os lá. Foi uma grande experiência já que os levei para a janela e fui sua testemunha. Lembra-te que ele tinha 80 e ela 20, e enquanto dirigia de volta ao Bellagio, foi difícil não lançar os olhos ao espelho traseiro e ver eles com as mãos dadas e olharem um para o outro romanticamente. Então ela disse algo que foi a narração incompleta do século. "George, os meus pais irão ficar surpresos quando tiverem a oportunidade de conhecer-te."

Traniello: (Marco deu uma boa gargalhada) Isso é uma história engraçada. Quando nos casamos, eu sabia que ela era o que estava procurando numa mulher, e sinto-me com sorte por eu ser o que ela estava procurando num homem. Eu acredito que fomos feitos um para o outro.

Sexton´s Corner: Isso é mesmo lindo. Quando entrevistei a sua mulher mais, ela falou sobre o seu infortúnio em 2004, quando ela precisou desesperadamente de um transplante de um rim ou ela certamente iria falecer. Ela sentiu-se com sorte que você estava lá para dar todo o seu apoio, e disse que você passou muitas noites apenas observando-a dormir para ter a certeza que não iria morrer. Você estava lá para qualquer passo necessário. Ela está muito agradecida pela vida maravilhosa que tem agora, com um marido amoroso, dois lindos gémeos, e fazendo o que ela mais adora. Eu lembro quando ela estava muito doente, precisando da operação desesperadamente. Com a doação do rim de sua sobrinha, a operação foi um gigantesco sucesso. Eu imagino se você tem algum pensamento sobre a crise que ela atravessou, já que estava lá para ela?

Traniello: Eu estava sempre positivo que ela bateria as probabilidades, e ela conseguiu. Ser positivo naquela situação todo o tempo é a melhor maneira de ajudar. Ela esteve muito fraca por algumas semanas, mas nunca perdemos a fé. Eu mantive atento sobre ela, e mantive-me positivo.

Sexton´s Corner: Qual é o seu desporto favorito, e como se mantém em tão excelente forma?

Traniello: Eu adoro boxe. De facto, eu estive no boxe durante doze anos, trabalhando no ginásio, Eu faço 30 flexões, seis vezes ao dia, e tenho uma treinadora que trabalha os meus abdominais todos os dias. Há um ginásio que vou todas as semanas, e tenho uma alimentação equilibrada. Las Vegas é o melhor lugar para viver no mundo, já que os shows e os desafios de boxe são divertidos de ir. Com alguns dos meus amigos nós temos alguns dos melhores lugares da casa, então eu sinto-me afortunado.

Sexton´s Corner: Marco, foi uma honra poder fazer esta entrevista a si e à sua mulher. Eu acredito que vocês são o casal mais dinâmico do poker, e não vai demorar muito até você fazer parte dos clubes mais exclusivos de poker, onde tanto marido como mulher serão portadores de bracelete de ouro de campeões do WSOP, juntando-se a Harry e Jeri, Thomas e Max e Maria Stern. Novos como são, o vosso futuro no poker é simplesmente ilimitado. Mais importante, é que têm prioridades na vida numa perspectiva própria, que é o teste mais difícil da vida.

Parabéns para Marco e Jennifer por conseguirem um A+ na categoria mais importante da vida!

O táxi está estacionado,

Tom Sexton

Nota Ed (Filpac): Tive o prazer de jogar na mesma mesa de Marco no torneio do ALL In Energy Drink nas WSOP 2008, tendo Marco um Bounty de $1,000 pendurado no seu pescoço. Como gostava de ficar com o Bounty, fui all-in de K-4 contra Marco e mais um adversário. Lógico que perdi essa mão, mas como tinha muitas fichas, ainda sobrevivi.

Marco estava a jogar um torneio das WSOP ao mesmo tempo do All In e aparecia de vez em quando – nos intervalos do torneio das WSOP – e tentava despachar as suas fichas. Numa mão eu tenho QQ e estou a pensar quanto vai ser o meu raise. O Marco vê-me a pensar e diz: "é agora". E eu meto todas. Marco faz call om 4-4; não bate nada e eu ganhei o bounty de $1.000. O Marco vira-se para mim e disse: "fico contente por teres sido tu a ganhar o bounty" (eu estive durante todas as WSOP 2008 a tirar fotografias para o nosso site principal, e Marco viu-me várias vezes de câmara às costas), assinou o cartão e cumprimentou-me.

Com esta pequena atitude deu para ver que Marco realmente tem bom carácter.

Com o dinheiro do bounty decidi comprar um relógio igual ao que o António Esfandiari usa (no evento de Ante Up for Africa, foi sorteado um relógio, e quem ganhou-o foi um colega meu que estava a fazer a cobertura das WSOP – ele acabaria por me vender o relógio a um bom preço )

Mais tarde estou eu a tirar fotografias e o Marco pergunta-me: "então, o que fizeste com os $1k do bounty?"; e eu respondi, comprei um relógio igual ao do António Esfandiari, e mostrei o relógio. Marco disse: "o $ do bounty foi bem empregue, o relógio é bonito". Eu agradeci e fiquei realmente com a sensação que Marco é uma boa pessoa, e que juntamente com Jennifer fazem o par mais mediático do poker.

Mais notícias

Torneios relacionados

O que pensas?