Agora ao vivoEventos
PokerStars Championship Prague
888poker
New poker experience at 888poker

Join now to get $88 FREE (no deposit needed)

Join now
PokerStars
Double your first deposit up to $400

New players can use bonus code 'STARS400'

Join now
partypoker
partypoker Cashback

Get up to 40% back every week!

Join now
Unibet
€200 progressive bonus

+ a FREE Unibet Open Qualifier ticket

Join now

A Esquina de Sexton, Vol. 53: Jennifer Harman, Parte 2 – A Única Mulher do 'Big Game'

A Esquina de Sexton, Vol. 53: Jennifer Harman, Parte 2 – A Única Mulher do 'Big Game' 0001

Talvez a primeira questão que alguns se questionam no que diz respeito ao mundo do high stakes sobre Jennifer Harman é esta: Ela joga mesmo com o seu dinheiro, ou é patrocinada ou apoiada por alguém, ficando apenas com uma parte? Afinal de contas, quantas pessoas conhecem que para irem trabalhar têm de levar entre $100,000 e $300,000 para entrar num jogo de poker de $2,000/4,000? Esta é uma pergunta legítima, por isso decidi perguntar-lhe na entrevista desta semana. A sua resposta foi clara: "Eu nunca fui patrocinada no Big Game! Sempre joguei com o meu dinheiro! Mesmo quando jogámos $10,000/20,000 uma vez contra o Andy Beal, eu joguei com o meu dinheiro. Quando Andy quis jogar um grupo de heads-up pelos maiores limites de sempre, $100,000/200,000, foi a única vez que joguei como parte de um consórcio, onde tínhamos que juntar o nosso dinheiro para jogar esses limites. Claro, que o Andy sabia disto, tal como o público o soube mais tarde através da imprensa.

"Quando me chamaram para jogar contra o Andy, a verdade é que estava a apenas uma semana de receber um transplante de rim, e morria de medo! Achei que eram loucos em colocar-me a mim contra ele, mas eles precisavam de alguém e pediram-me que jogasse."

"Lembras-te como correu?", perguntei

Jennifer respondeu, "Sim, fiquei igual, talvez tenha perdido um bocadinho."

Enquanto escrevo este artigo, distraí-me com qualquer coisa na TV. São duas da manhã, primeiras horas de terça-feira, 8 de Julho. Tenho seguido o WPT na GSN entre a meia-noite e as duas da manhã, e surpreendentemente seguiu-se um episódio do "High Stakes Poker" no Palms Casino/Hotel. Ali estava ela, Jennifer Harman, a única mulher que participa no jogo. Os seus adversários neste programa eram Daniel Negreanu, António Esfandiari, Phil Laak, Mike Matusow, Sammy Farha, Minh Ly, Todd Brunson, e o amador Freddy Chamanara. Neste programa, pode-se ter a certeza que alguns jogadores são patrocinados, para poderem jogar, tal como deve acontecer no Big Game no Bellagio. No entanto, um facto é certo… nunca ninguém patrocinou Jennifer Harman! Ela é a peça verdadeira dos jogos de high stakes. Ela usa o seu dinheiro para jogar, o que representa claramente o volume do seu sucesso por um longo período de tempo.

A propósito, o programa mostra uma mão que ela joga contra Sammy Farha. Jennifer aspotou $4,000 e $25,000 para levar um pote com {q-Diamonds}{j-Hearts} num flop {9-Diamonds}{10-Hearts}{j-Spades}. Sammy tinha {k-Clubs}{10-Clubs} e sentiu que tinha de largar. Numa entrevista nesse episódio, Jennifer disse, "Adoro jogar com o Sammy. Ele é divertido e faz as pessoas rirem. A primeira vez que participei neste programa, estava muito relaxada e diverti-me imenso." Jennifer disse implicitamente que este cenário de high stakes estava claramente dentro da sua zona de conforto, quase como jogar com os rapazes na Bobby's Room.

Sexton: Jennifer, sentes-te confortável em falar sobre o transplante de rim e de algumas adversidades que te aconteceram durante a vida?

Jennifer Harman: Sim, não há problema.

Sexton: Talvez nos possas levar ao tempo onde eras criança e contar-nos em como afectou a tua vida

Jennifer Harman: Quando era criança tive de ser ligada a uma máquina de diálise, dois meses antes de fazer o meu primeiro transplante de rim. Foi bem sucedida já que tudo correu bem durante 20 anos. Isto foi algo com que tive de lidar durante toda a minha vida. Vi a minha mãe morrer com 17 anos. Foi duro conseguir um transplante, sabendo que a minha irmã também precisava de um. Estava ligado á nossa família, como eu dizia… Já tinha visto a minha mãe morrer da mesma coisa! Por isso foi bastante assustador, mas consegui ultrapassar essa situação.

O segundo transplante que precisei em 2004 foi provavelmente mais difícil que o primeiro, porque estava mais doente e mais velha. No primeiro só me davam dois meses de vida, a não ser que encontrasse um rim rapidamente. O segundo foi mais difícil, já que por alguma razão o rim antigo provocou um coágulo na minha pressão sanguínea e a minha pressão sanguínea esteve em níveis altíssimos durante semanas.

Eu tinha tanto medo de ter um ataque, que me lembro de ligar á minha família e dar-lhes instruções do que fazer se isso acontecesse – para não me deixarem ligada á máquina, etc. Estava mais doente do que pensava. No dia que recebi o transplante perdi 35 libras, porque o meu corpo tinha muito mais água com o rim a não funcionar… 35 libras de água e toxinas.

Sexton: Sem o transplante não restam dúvidas que não sobreviverias! Ouvi dizer que a tua sobrinha te doou o rim em 2004. Que presente ela te deu. Como se chama?

Jennifer Harman: Sim… o seu nome é Aunnie. Ela ofereceu-se logo quando descobriu que precisava de um rim, e disse-me, "Eu quero dar-te!" Alguns primos e membros da família, assim como três pessoas que não conhecia também se ofereceram. Tive muita sorte. Agradeço a Deus a sorte que tive.

Sexton: Vou fazer uma história sobre o teu marido, Marco Tranielo, e como se casaram há oito anos e o teu transplante ocorreu em 2004, deve ter sido muito agradável ter a sua ajuda e apoio durante essa crise?

Jennifer Harman: Sim, ás vezes ficava acordado e observar-me para ter a certeza que não morria durante a noite.

Sexton: Tu sabes que já conversei com ele algumas vezes, e tenho de te dizer, ele é uma das pessoas mais simpáticas e amáveis com quem já falei no mundo do poker. Parece algo tímido, mas parece genuinamente simpático.

Jennifer Harman: O Marco é fantástico. Se tivesse de escrever uma carta a Deus, dizendo o que queria num homem, ele teria enviado o Marco.

Sexton: Há quanto tempo estás casada?

Jennifer Harman: Oito anos, mas tivemos juntos apenas cinco minutos. Namorámos durante seis semanas, e três dessas semanas ele esteve em Itália. Por isso foi namoro por telefone.

Sexton: Onde conheceste o Marco pela primeira vez?

Jennifer Harman: Conheci-o no parque de estacionamento do Bellagio. Os nossos carros estavam um ao lado do outro, e chegámos lá ao mesmo tempo. Ele começou a conversar devia ser 3:00. Ele queria ir dançar, e eu disse-lhe que devia estar louco. Nem sei porque lhe disse isto, mas disse que tinha perdido $50,000 num jogo de poker. Acho que ele achou que queria dizer $20 como se fossem liras. Ele foi muito persistente… mesmo muito. Por isso acabámos por ir dançar num clube fora do casino. Namorámos a semana toda enquanto esteve aqui de férias. Depois voltou três semanas para Itália, voltou, e casámos em duas semanas!

Sexton:É incrível como o destino actua algumas vezes. Os vossos carros tinham de estar juntos, e ambos tiveram de chegar ao mesmo tempo vindos de zonas diferentes do casino ás 3:00. Depois teve de ser suficiente charmoso para te convencer a ires dançar com ele nessa primeira noite. Com tudo a acontecer tão depressa, como reagiram os pais dele?

Jennifer Harman: O Marco vive um pouco a sul de Roma e fomos para lá logo após termos casado em Las Vegas. Ele disse á mãe por telefone, mas achou que o pai podia ter um ataque cardíaco e decidiu esperar até chegar lá. Por isso quando chegámos o pai dele perguntou quem eu era, e o Marco disse, "Esta é a minha esposa." O pai dele começou a chorar e ficou muito zangado. Não me dirigiu a palavra durante o tempo que estivemos lá. O seu primeiro filho ter fugido para se casar era difícil para ele aceitar. Por isso, decidimos cortar as férias de duas semanas para uma, e regressar a Vegas. Depois de voltarmos, o pai dele decidiu meter-se num avião e ir Vegas ver se o seu filho tinha ficado maluco ou não. Queria saber como o Marco tinha sido capaz de tomar essa decisão. Essa visita ajudou muito, já que começou a aceitar melhor a ideia do casamento depois do choque inicial.

Sexton: O pai do Marco sabia que era jogadora de poker profissional?

Jennifer Harman: Ele era da velha guarda, por isso não acreditava que pudesse jogar poker… por isso desafiou-me. Queria jogar limit hold'em. Eu não queria ficar com o dinheiro dele, já que ele nunca tinha jogado limit hold'em antes. Ele queria jogar por 50 liras. Acabei por concordar e jogámos 4 encontros, e ganhei todos. Dei o dinheiro á mãe dele e ao irmão.

Sexton: Quando conheceste o Marco, ele não jogava poker, pois não?

Jennifer Harman: Não, ele nunca tinha jogado. Ele via-me jogar no Bellagio há cerca de cinco anos. Reparei que tinha muito talento natural já que após os jogos dizia-me quais os jogadores que devia fazer mais vezes call quais os que pareciam nunca fazer bluff, etc. Conseguia ver que tinha bastante habilidade natural, e tornou-se bastante bom em torneios actualmente.

Sexton: Se pudesses mudar algo no mundo, o que seria?

Jennifer Harman: Gostava que não houvesse mais guerras. Só queria que as pessoas pudessem dar-se bem. Na guerra do Iraque morrem todos os dias pessoas, incluindo crianças inocentes. No poker todos nos damos bem, mesmo estando todos sobre grande stress. Gostava que o mundo estivesse da mesma forma. Se pudesse realizar um desejo e mudar alguma coisa no mundo, seria para acabarem com as guerras!

Devo dizer que entrevistar Jennifer Harman foi muito agradável. Ela é uma pessoa muito queria, como é evidenciado no seu trabalho de protecção de animais no Nevada Society dor Prevention of Cruelty to Animals. Eu estive presente no 2º Torneio de Caridade Jennifer Harman em Abril no Venetian. Muitos profissionais e celebridades ajudaram a angariar $350,000. Jennifer disse, "Foi incrível o suporte que o nosso evento de caridade recebeu, tanto no Venetian como na Full Tilt, onde o nosso torneio teve 6,000 participantes. Estou muito contente por ter angariado este dinheiro para os animais. O nosso abrigo é anti-morte, onde providenciamos abrigo, onde se possam sentir seguros e potencialmente serem adoptados e terem uma casa onde sejam felizes. No entretanto têm uma família e um lugar seguro para se divertirem. No primeiro ano que realizou o evento juntou $125,000, que ajudou a construir uma nova ala para animais. Jennifer sente orgulho que cada dólar que angaria vai directamente para cuidados com os animais e bem-estar no abrigo. Muitos de nós gostamos de animais, mas não expressamos ou doamos tempo e energia para realmente fazer a diferença.

Ultimo pensamento sobre Jennifer Harman: Em 2002 ele ganhou a sua primeira bracelete no $5,000 NL 2-7 no WSOP. Ela não estava familiarizada com esta variante do jogo, e pediu uma explicação de 10 minutos antes do evento começar. Eu estava lá, como fotógrafo oficial do WSOP e lembro-me disto. Foi Howard Lederer quem lhe deu as explicações de 10 minutos, e Jennifer conquistou a sua primeira bracelete de ouro no WSOP! Lyle Berman que ficou em segundo, ganhou várias braceletes, e Steve Zolotow ficou em terceiro; Steve também já ganhou várias braceletes. O field era muito duro, e para Jennifer ganhar, só temos de reconhecer o talento natural que ela tem no poker.

Termino com isto: "Jennifer, tens muita sorte por ter tudo na vida, desde um excelente marido, a uma família fantástica, além de todo o teu sucesso pessoal no mundo do poker. Pareces ter tudo em perspectiva." Jennifer respondeu, "A minha vida é toda sobre perspectiva. Estou muito agradecida pelo que tenho, especialmente nos últimos quatro anos onde estive ás portas da morte. Agora tenho dois filhos fantásticos, um lindo marido, e um trabalho que adoro. Agradeço a Deus por tudo o que tenho!

Fiquem atentos á próxima semana enquanto partilho a minha entrevista com o Marco Tranielo, que é o marido de Jennifer Harman durante os últimos oito anos. Que casal dinâmico fazem os dois!

O táxi pára aqui,

Tom Sexton

Mais notícias

O que pensas?