Agora ao vivo Unibet Open Bucharest

Fui ao Conrad

Fui ao Conrad 0001

Demorei demais porque queria fazer uma análise serio do meu ponto de vista a respeito do Conrad, considerado o melhor cassino da América Latina.

Para isso eu engatei numa promoção da Liga Curitibana de Poker que ofereceu para 50 jogadores o hotel de graça para quem participar de um torneio de u$s 250,00 ficando pela minha conta as passagens e as outras despesas, comida etc.

Embarcamos atrasados em Curitiba por causa do normal smog que afecta a capital paranaense nesta época do ano e chegamos lá em Montevidéu no final da noite.

Conhecia o Conrad de fora e mesmo assim chegar lá dá aquela sensação de conforto e luxo, o hotel é um sonho mesmo para os caras que nem eu já vendemos água no trem e pulseirinha feita na mão na praça XV lá em Floripa.

De cara deu problemas porque a pesar de estar tudo certo as reservas não fecharam e tinha mais gente do que apartamentos, conforme o pessoal mais experiente lá isso é costume, ou seja, não tinha como ficar no Conrad no primeiro dia, não adiantava espernear nem xingar, mais ainda tendo a Valeria (Hostess do Club Conrad) no comando, ela é muito eficiente e directa, não tivemos alternativa que aceitar a mudança de hotel com a promessa de nos trazer de volta assim que vagar algum apto.

Ernest Kajiura o craque do Poker Paulista no hall me diz que já tinha acontecido com ele e que o jeito era se conformar mesmo, beleza então lá embarcamos num daqueles Mercedes Benz do sonho para o outro hotel.

Fui ao Conrad 101

Chegamos lá com tempo para tomar um banho e voltar para engatar no Torneio que iniciaria as 23:00.

Na correria eu não fiz a inscrição e quando vou ao gerente para explicar ele me diz que lamentavelmente tinham lugar para 100 jogadores e não abriria mais uma mesa para os que não fizemos inscrição, o cara é muito mais grosso que o Cabezom XT pelo que tinha que ser muito conversado mesmo porque na porrada a gente ia dançar e ficar sem jogar.

Sei lá como ele decidiu abrir uma mesa e lá engatamos.

A estrutura que o gênio do gerente de Poker do Conrad arrumou para esse Torneio era para fazer qualquer coisa menos jogar poker.

100/200 com 2500 fichas de frente e mudança a cada 10 minutos, esse cara deveria importar o DC ou o Elton ou quem sabe passar uma semana no Brasil pra aprender a diferencia de Poker ou Bingo.

Lógico que me atolei, sou um baita de um trouxa e na primeira mão com 3 limps eu de {k-Clubs} {j-Clubs} no botão fiz tudo 600.

Tomei call do segundo UTG

Bate {6-Clubs} {8-Clubs} {6-Diamonds}

Vem de chek e eu mais 600

Já tava atoladinho da silva quando bate {3-Diamonds} no Turn eu enfio as 1300 que tinha pra trás com a certeza que ia puxar no grito.

Insta call do velhinho que mostra {a-Spades} {j-Diamonds} (bolão nem?).

Bate {9-Diamonds} e o Tevez se marchou.

A olhadinha do tal de Bryan quando eu cai me deixou com cara de.....Siento que me voy Mariaaaaaaaaa.......Fiz tanto para jogar e joguei 4 minutos.

Chamei mais um Mercedes e me mandei pro Hotel.

No outro dia fiquei sabendo que o Dudu de Curitiba levou a bagaça e o Mario também de Curitiba foi o segundo.

Poker Brasileiro é assim galera, podem dificultar, podem fazer a gente jogar contra a estrutura, porem sempre se dá jeito de colocar um nosso nas cabeças.

Vamo que todaviaaaaaaaaaaaaaa!!!

Na sexta de manha já fui directo para a roleta e a estratégia do Tevez regulou de novo me deixando com 400 doletas pra frente. Ops forramos!!

Valeria do Conrad, mostrando seu impecável trabalho me avisa que enquanto estiver em outro hotel todas as comidas do restaurante são por conta da casa.

Ae eu me penitenciei de não ter levado junto o Lico01, Jesus o restaurante é um sonho!

Ás 3 da tarde abre o cash, com frente de 150 e 3/6 e abre duas mesas.

O pessoal do Conrad avisa que não teria mais torneio durante o final de semana pelo que era esse cash ou roleta e Poker Caribenho.

Fui dormir lá no outro hotel até ser acordado pela Valeria, virei seu fá viu? Dizendo que poderia ir ao Conrad que tinha um apto para mim e que tinham acomodado todos os brasileiros espalhados por Punta Del Este no hotel.

Chegamos lá e insta engata naquele cash com os 400 de frente da roleta no pano.

Pra frente como entrei eu ia ver tudo o que era flop e usar a minha estratégia de quebrar uma nação com alguma mão classe C ou D.

Humhhhhhhh como diz a zebra, {6-Hearts} {5-Hearts} no BB

3 limps e o profissa uruguaio faz 50.

(Lá tem uns jogadores uruguayos profissas que ficam directo jogando e esperando fish, gente boa pacas os manos).

Eu tenho duas coisas que não gosto:

- que olhem para mim dizendo que sou argentino

- e que metam ficha no meu BB.

Flop {5-Diamonds} {3-Spades} {j-Hearts}

Ele manda 120 e eu doidinho pra quebrar o KK dele dou call.

Já sei baralhamosssssss...porem era grana da roleta remember?

Turn bate {2-Hearts} e eu meti meu all in pra ver se ele largava o par dele.

Largou nada instacall de {a-Spades} {a-Diamonds}.

River {5-Spades}

Justice!!!!!!!

Como essa brazucada é filha da mãe, os caras comemoraram mais do que golo da selecção eu apenas diz o tradicional rs rs rs.

- Jogo isso-

Nem olhei pro mano.

Jesus eu pra frente no cash?

Vamo pra cima!

Mais uma hora e sai um raisse no UTG de 60 e eu de {4-Diamonds} {2-Spades} insta call.

Flop {8-Diamonds} {4-Clubs} {2-Diamonds}

Foi uma massacreeeeeeeeeeeee!!!!

O {9-Spades} {9-Diamonds} não agüentou meus dois P e forrei uma nota.

Eu não sei se o Filpac me manda embora por ter sumido de quinta até hoje ou pelo que ando postando de jogadas aqui, nunca joguem que nem eu galera, meu blog não ensina ninguém a jogar - ao contrario, Vocês vão desaprender e quebrar se fizerem que nem eu.

No meio de isso tudo quando fui fumar um cigarro um uruguaio me avisa que o Cassino Mantra sábado iria fazer um torneio de 150 e adicionaria 10k a final table.

Porra, tem 50 de floripa, uma galera de SP gigante, mais uns manos do Rio e de Floripa, e o Conrad não vai fazer mais nenhum torneio nem mudar a estrutura de cash game, vou avisar a galera.

Pronto pronto pronto!!

O tal de Bryan me pegou de jeito dizendo que eu estava fazendo propaganda de outro cassino e que isso daria a gerência o direito de me expulsar do Hotel.

Pedi as desculpas do caso por entender que mesmo o Conrad não oferecer a oportunidade de jogar Poker eu tinha feito merda.

Tiltei meu amigo Eduardo Nomura e peguei as fichas dele hehehe, mas ele é irmão e sabe que quando não tenho condições de jogar ao nível dele uso a antiga catimba Argentina, Vlw Dudu!!, seu call flush draw rendeu um belo par de Nike para o Tevez.

Fui dormir forrado acordei pelas 3 da tarde e vejo duas mesas funcionando e uma fila de espera de mais de 20 querendo engatar e o gerente anunciando que somente às 10 da noite abririam mais mesas porque eles não tinham dealer.

Digo de novo, é uma pena que o Cassino não investe um pouco mais no Poker, o retorno é imediato.

Ou vomito na roleta ou vou as compras com o lucro, optei pelo segundo e enchi meu quarto de sacolas.

O tal de torneio no Mantra a noite conforme me diz o moço lá na hora de me inscrever era 2500 fichas inicia 100/200 e os blinds a cada 10 minutos!!

Voltei correndo ao hotel avisar os manos que por ventura estivessem interessados que iríamos de Guatemala a Guatepior e entramos na fila de espera do cash.

Vomitei mais 400 e fui durmir pra o outro dia voltar ao Brasil.

Conclusões:

- O Conrad é um Cassino espectacular;

- O atendimento e a qualidade da comida é nota 1000;

- Quando dá zebra eles arrumam rápido uma solução a altura;

- Uruguay é lindo;

- Punta Del Este é mais lindo ainda;

- O Gerente de Poker do Conrad deveria passar umas semanas em São Paulo estudando como fazer torneios e abrir mesas de cash;

- O pessoal da área de poker é muito mais grosso que motorista de FNM, galera, entendo que algumas vezes a gritaria e a conversa é demasiada, mais boa educação faz bem a todos.

- A maioria dos dealers precisam de aula urgente, que é isso de não querer contar o Pot meu?

- As regras devem ser olhadas, eu fiquei fulo quando o cara me mostrou uma carta no meu fold, pedi a ele ver a outra e ele e o dealer disseram que isso não esta na regra.

Ok Irmão, te diz lá e digo de novo, tu estas no teu pais e vou ficar quieto, no meu Brasil você iria ter que mostrar as duas.

Vale muito a pena ir ao Conrad - com certeza quando puder eu volto lá com certeza.

Fui ao Conrad 102

Deixe eu ir experimentar meus Nike novos.

Fuiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

*Tevez viajou por conta do bolso dele permitindo isso uma análise justa e independente.

Mais notícias

O que pensas?