Saúde, Riqueza e Sabedoria – Entrevista com Patrick Antonius, Parte Um

Saúde, Riqueza e Sabedoria – Entrevista com Patrick Antonius, Parte Um 0001

Patrik Antonius está de partida de Monte Carlo, e tem três horas para fazer as malas, exercício e esta entrevista antes de viajar na companhia de Phil Ivey para Milão. Enquanto telefona para a companhia aérea para alterar os voos, espreitei à minha volta e vi o seu famoso computador portátil que estava em stand-by. Já ganhou milhões de dólares no seu computador e por um segundo, sou tentado a perguntar-lhe se posso experimentar. Em vez disso, oiço Patrick ser transferido de operadora em operadora. Está irritado, mas mantém a sua compostura, enquanto toma uma pila de vitaminas. Quando acaba senta-se na sua cama de hotel, aliviado por ter conseguido mudar os voos e diz-me que podemos fazer a entrevista enquanto faz a mala. Mais de uma hora depois, ainda não arrumou nada, e temos de acabar: não quero ser responsável por Patrick ou Phil perderem a viagem de helicóptero…

Pokernews: depois disto tudo, você não gostava de ter uma assistente pessoal que lhe tratasse de todos estes inconvenientes?

Antonius: Sim, preciso de uma definitivamente. Já tenho um advogado Finlandês a ajudar-me com algumas coisas. Costumava ter uma assistente nos EUA que sempre me ajudava, mas já não estamos juntos, mas agora assinei com um assistente pessoal de poker que gere o meu blog e actualiza o meu site que será lançado em breve. A minha noiva também tem ajudado, mas não está aqui, por isso acho que tenho de fazer tudo sozinho. A vida não é fácil.

Vejo que toma todo o tipo de vitaminas e complementos: marcas de um verdadeiro atleta?

Bem, já fui, sim. Já joguei ténis a um nível muito alto e estive quase a entrar no circuito profissional, mas lesionei-me e nunca mais recuperei.

Arrepende-se disso

Não, é melhor ser um profissional de poker do que ser profissional de ténis, com certeza. O dinheiro é melhor, e mesmo que tenha de viajar muito, sei que os jogadores de ténis ainda viajam mais. É uma vida muito dura e podemos ficar queimados num instante. E para além disso, não me posso queixar como jogador de poker.

Mencionou a sua noiva. Ouvi dizer que está à espera de um bebé muito em breve, correcto?

É verdade, vamos ter uma menina em breve! Está prevista para o dia 20 de Maio, por isso em menos de dois meses serei pai!

Como pensa que isso poderá mudar a sua vida como jogador de poker?

Irá mudar muito de certeza. Penso que ela irá me acalmar um pouco. A minha vida está um pouco confusa neste momento, com muita coisa pendente, e provavelmente irá aguentar um pouco da minha adrenalina.

Será uma coisa boa ou má?

Penso que será boa. Não posso viajar um pouco e depois levar a minha filha e noiva para onde quer que vá jogar. Estou muito contente por ter uma criança, fará muito bem à nossa relação.

Tenho uma filha com três anos. Uma coisa tenho a certeza, você terá de aprender a ser mais paciente, independentemente de quem seja.

Eu sei, vai ser esquisito. Também temos dois cães agora, duas bolas de pêlo Francesas. Percebe de cães, certo? Não os pode abandonar durante as primeiras semanas de vida, tem de estar sempre alerta. Bem, posso me enervar muito facilmente e numa manhã fui à casa de banho, já mal disposto, e pisei a caca de um deles e fiquei furioso, mas penso que isso faz parte da vida. Vamos ter uma ama para nos ajudar porque eu estou sempre muito ocupado. Alguns dias acordo, faço 90 minutos de ténis e vou para o ginásio durante duas horas, e quando dou por mim já perdi meio-dia. Depois vou jogar os grandes jogos no Bellagio, e durante esse tempo todo não pus os pés em casa. Não sei onde encontrarei o tempo, mas hei-de conseguir.

Mudou-se para Vegas, como é que se está a adaptar?

Vegas tem sido bom para mim. Não sei, parece que tudo dá certo em Vegas. Se viajar, tenho sempre dias mãos na Internet e perco muito dinheiro. Perdi $400K apenas ontem à noite, por isso não estou contente. Em Vegas parece que não tenho esse problema. Se viajo, perco a minha forma. Como mal, durmo mal. Mesmo aqui é-me difícil conseguir comida quando estou com fome. Tenho de encomendar e demora quase uma hora. Não sei, acho que as coisas são muito mais fáceis em Vegas. É irónico, mas onde vivo em Vegas, parece-se com o campo, longe da cidade muito movimentada. Tem muitas pessoas de idade, sem poluição, perto das montanhas, é muito pacífico.

Quando não me sinto bem e perco a forma, e ainda por cima não me consigo treinar regularmente, só me apetece sair e ir para Vegas onde posso fazer tudo isto. Em lugares como Paris ou Londres, é como se eu não operasse normalmente. É-me tudo muito difícil. Monte Carlo é dos lugares mais aprazíveis, e mesmo assim como mal aqui, e não treino tanto quanto deveria. Penso que deveria ter o meu treinador pessoal para que assim fizesse as coisas correctas. O meu treinador pessoal em Vegas é mesmo muito bom.

Em Vegas você joga mesmo O Grande Jogo. Já tinha ouvido falar do jogo há quatro anos atrás?

Não. Mesmo quando tinha uma banca de $30K não fazia ideia que existia poker na TV nem as WSOP. Devo ter ouvido falar no Grande Jogo há cerca de dois anos atrás. Não sei, tem sido tudo muito rápido para mim. É muito engraçado, os limites que já joguei; nunca tive de descer de limite, nem nunca perdi uma quantia que me forçasse a abrandar.

Quando ouvi falar do jogo, pensei que teria de ganhar mais dois milhões antes de poder jogá-lo, mesmo sabendo que seria melhor que alguns jogadores. Neste momento, posso jogar os 15 jogos e não consigo dizer que prefiro uma variante a outra.

E é um jogador vencedor nos Grandes Jogos?

Sim. Penso que quando ganhei mais estava com lucro de 2 milhões, mas neste momento estou "em casa", penso. Na verdade, deveria ter perdido no início, porque não sabia como jogar algumas variantes. Mas mesmo assim joguei e penso ter tido sorte. Mas agora é só uma questão de tempo até estar a ganhar 1 ou 2 milhões num único dia.

O engraçado é que existe sempre um grande alarido. Todas as pessoas têm uma opinião, e existem muitos rumores acerca do jogo. Toda a gente já sabe acerca do Grande Jogo, e perguntam-me porque jogo tão alto, com tantos bons jogadores. A questão é que nunca haveria um jogo se apenas Phil Ivey, Barry Greenstein, David Benyamine, Chip Reese e eu jogássemos. Existe sempre um jogador que perde dinheiro para um de nós. Também temos casos de jogadores que já ganharam muito, mas que deveriam ter perdido por serem tão maus jogadores.

Pode dizer alguns desses nomes?

Sim, mas não poderá publicá-los.

Venha cá amanhã para ler a 2ª parte desta entrevista com Patrick Antonius.

Nota Ed: Patrick Antonius usa diferentes nicks nas várias Salas Poker online.

Mais notícias

O que pensas?