Agora ao vivo Unibet Open Bucharest

WSOP – Um Campeão de Outro Ring e Novo Record

WSOP – Um Campeão de Outro Ring e Novo Record 0001

Vimos muitas caras famosas por aqui, não só jogadores de poker, mas muitas celebridades de outras áreas, para aumentar ainda mais o número de participantes deste ano que se calcula que sejam à volta de 8.500 no torneio principal.

Lennox Lewis, o campeão de boxe entrou num ring onde não podia usar os seus punhos para ganhar o campeonato. Recebeu uma ovação de palmas quando sentou-se numa mesa paralela para tentar conseguir o acesso ao torneio principal através de um satélite.

Na quarta parte do Dia 1 vimos mais mesas de satélites para o principal torneio das WSOP, que enchiam com muito mais velocidade do que nos outros três dias.

De entre os profissionais, o Marcel luske e a Kathy Liebert estavam a se dar bem, mas também vimos o Max Pescatori com alguns problemas. O "Pirata Italiano" esteve envolvido numa mão que lhe custou muitas das suas 10,000 fichas iniciais. Com Jd-J-8d-8-Ad na mesa, o Max estava perante um all inn de um oponente. Ele pensou rapidamente e fez call, para ver o seu opositor com J-10 para um full. Ele fez muck às suas cartas e ficou a lutar com as restantes 2,000 fichas.

Quanto à tentativa do Fanelli em bater o recorde do mundo, podemos dizer que conseguiu o seu objectivo. Após 74 horas e quatro minutos (batendo o antigo recorde por duas horas), o Fanelli decidiu acabar o jogo e assim estabelecer novo recorde. Jogou com centenas de jogadores entre os quais o Daniel Negreanu, Joe Hachem, Greg Raymer e o Mike Caro e até o director do WSOP Media, o Nolan Dalla e o extraordinário director do torneio, Matt Savage.

Também fiquei a saber que por cada das quase 400 vitórias do Fanelli, o Gutshot Club vai doar $25 ao Hospital das Crianças de Las Vegas.

Mesmo continuando a lutar pelos $10,000,000.00, é bom ver que também se pratica solidariedade pelas WSOP.

Nota Ed: Se já foi eliminado deste ano, assine pela HOLLYWOOD POKER e comece a trabalhar na sua qualificação para 2007.

Mais notícias

O que pensas?