WSOP – Dia 1 com o "The Grinder"

WSOP – Dia 1 com o "The Grinder" 0001

Faltam uns escassos segundos para começar o primeiro dia do principal torneio das WSOP deste ano, e estou na mesa 171 de fronte das duas pessoas mais nervosas que vi em toda a minha vida. Mãos a tremer, pingos de suor a escorrer pelas faces abaixo, parece que acabaram de correr uma maratona, mas na verdade, as cartas ainda não começaram a ser distribuídas. "Será que já é tarde para nos devolverem os $10,000?" – resmunga um para o outro. Porque será que estão assim tão abalados?

Para estas pobres almas, o jogador de torneios de poker mais temido é o "The Grinder" Mizrachi. O Mizrachi ganhou mais de $5,000,000.00 nos últimos dois anos, e é considerado por muitas pessoas como o melhor jogador de Texas Hold'em do mundo devido aos seus dois títulos no WPT e chegadas consistentes ao $ nos torneios do circuito. Ele está um autêntico cilindro rolante, tendo esmagado ao longo dos anos milhares de jogadores com o seu estilo agressivo.

Ao seu lado está sentado o que provavelmente será o jogador que amealhou mais dinheiro em ring no último ano, o David Benyamine. O Benyamine tem sido um cliente habitual em $4000/$8000, o jogo ring mais elevado do mundo que ocorre todas as noites no Bellagio, e tem sido referenciado por muitos jogadores como aquele que mais dinheiro ganhou no último ano.

Números como 20 milhões são meros rebuçados, uma vez que os rumores que circulam em relação aos seus ganhos se situam nessa escala – só no mês passado, quer dizer! Para aqueles dois rapazes da mesa 171, que admitem nunca terem jogado um torneio de $1000, os pots de $100,000 que se vê regularmente no Bellagio parecem uma miragem inatingível. Murmurei-lhes com uma voz consoladora: "Bem vindos ao World Series of Poker".

O Grinder é conhecido como sendo um jogador extremamente intimidador, forçando a acção e exercendo a máxima pressão nos seus adversários através de corajosos bluffs ou com grandes apostas quando tem bom jogo. Estava à espera de ver espectáculo, mas no início do torneio ele raramente entrou numa mão. De facto começo a me interrogar se este é efectivamente o verdadeiro Grinder.

O dealer deixa cair uma carta e o Grinder brinca dizendo "Não se preocupem que por baixo da manga sairá outra carta" Escusado será dizer que a mesa partiu-se a rir. O Grinder fala acerca da sua mulher, dos filhos e fica na conversa com o Benyamine. O Michael "The Grinder", o homem do olhar ameaçador, com uma língua silenciosa e uns olhos frios, está a fazer amigos na mesa e eu não quero acreditar.

A meio da volta, dois amadores envolvem-se num flop de 8-9-10 às cores. Após múltiplos raises e re-raises, o jogador à esquerda do Grinder mostra-lhe as suas cartas, 6-7, para o str8 baixo, e fixa-o com um olhar de quem está a pedir um conselho. O Grinder devolve-lhe o olhar sem o mínimo interesse em lhe transmitir qualquer tipo de conselho, uma vez que se o fizesse incorreria numa penalização. O outro jogador é observado enquanto coloca as suas nuts, J-Q, na mesa. O Grinder tenta consolá-lo, e diz-lhe, "Isso é um lugar difícil".

Será este o insensível Grinder que joga torneios de $1000, não por causa dos prémios, mas para acabar com os sonhos dos outros jogadores? Pergunto-me!

O Benyamine parece desinteressado durante todo o torneio. Levanta-se, dá umas voltas pela sala, fala com uns amigos e parece não mostrar qualquer interesse pela acção. Ele eventualmente acaba por sair do torneio com um lamento. Talvez existisse um jogo de ring paralelo – quando os prémios não chegavam a $1.000.000 os grandes jogadores, por vezes, perdiam de propósito para poderem ganhar mais dinheiro em ring do que ganhariam mesmo que ganhassem um torneio. Com o vencedor a levar este ano mais de $12.000.000, o Benyamine deve ser o único sobrevivente desta antiga escola a quem se aplica esta máxima.

A meio do segundo nível aconteceu algo inesperado com o Grinder. O Grinder, under the gun, olha para as suas cartas e faz um frio call. O jogador á sua esquerda faz raise para 525 e um outro faz call. As fichas do Grinder caíram imediatamente na mesa para um call. Saiu A-J-8 no flop, e o Grinder faz check. O jogador que tinha feito raise inicialmente aumenta a aposta para 1500, e o outro corresponde com um call. O Grinder tira os seus head phones, mete o ipod no bolso e murmura "raise". Ele atira cinco fichas amarelas, bom para um check-raise de $5000, e fixa o olhar no seu adversário, mordendo os lábios. O seu adversário faz fold rapidamente.

Na jogada seguinte o Grinder volta a entra em acção. Ele faz call ás apostas do pré-flop e do flop, e á medida que o pot crescia, o homem que estava a tremer no início do torneio, coloca uma aposta de 175 num pot com mais de 1500 fichas. O Grinder respira fundo e anuncia um raise de outros 1500. "Foi uma boa carta no turn para mim", disse ele, fazendo caretas. O jogador fica avermelhado e passa com as suas cartas ao lado das fichas antes de fazer muck.

O Grinder entra novamente no pot seguinte dizendo "Consigo bater A-10"; mostra A-J, bom para carta mais alta com o seu A-J. O seu adversário começa a fazer muck com o seu A-10, depois, enojado, decide mostrar o seu A-10 á medida que o número de fichas do Grinder iam aumentando.

O Mizrachi tinha ligado o motor e não havia maneira de o impedir de entrar no quarto pot consecutivo – é um grande contraste com o homem que na primeira hora jogou menos de 12 mãos. Um jogador numa posição tardia, cansado do show do Grinder, faz raise no pré-flop quando o Grinder tentava ver as cartas do flop só com um call. O Grinder fez um call imediato. J-J-5 no flop, para o Grinder fazer um check. O seu adversário aposta e leva um call do Grinder. Q no turn, e o Grinder faz check-call a uma nova aposta. O river traz um 9, colocando J-J-5-Q-9 na mesa e o Grinder dispara imediatamente uma grande aposta, tomando as rédeas no pot pela primeira vez. "Vês? És um ladrão, mas eu ainda sou maior", diz ele sorrindo.

O seu opositor fica a remoer as palavras do Grinder no seu pensamento durante um minuto. O Grinder sorri e começa a fazer o movimento de muck com as suas mãos. O seu opositor ao ver isto, imediatamente anuncia um call! O Grinder calmamente mostra o seu par de 9-9 para completar um full house. O seu opositor faz muck resmungando consigo próprio, e ainda abalado pelo choque. O Grinder baixa o seu boné e empilha as suas fichas. Detectando-me, ele levanta a cara, olha para o homem que acabara de limpar e que está agora com as mãos na cabeça, e pestaneja na minha direcção, fazendo um sorriso de orelha a orelha.

O Mike Matusow estava certo. O homem joga para arruinar os sonhos dos outros.

Nota Ed: Na POKER STARS também pode intimidar os seus adversários com o seu avatar personalizado.

Mais notícias

O que pensas?