Agora ao vivo Unibet Open Bucharest

WSOP – Fotografias de Crianças, e Jogando com o Phil Ivey

WSOP – Fotografias de Crianças, e Jogando com o Phil Ivey 0001

Vagueando pela sala do Amazon Room, reparo num novo fenómeno. Parece que muitos pegaram na moda imposta pelo Bernard Lee o ano passado nas WSOP. O Lee conseguiu chegar longe no torneio e ganhou tempo de antena devido à sua aparente emoção e por beijar uma fotografia dos filhos durante o decorrer das mãos.

À medida que percorro as mesas, vejo fotografias de pessoas amadas, com alguns jogadores a usá-las em cima das suas cartas para dar sorte. Encontrei o Lee num canto da sala e disse-lhe que talvez tenha começado uma epidemia. Ele riu-se e disparou "Isso é bom de se ouvir", mostrando a todos os jogadores a fotografia dos seu filhos. "trouxe-a o ano passado porque quando olho para a fotografia dos meus filhos, parece que tudo corre bem!" O Lee pára por uns instantes, olhando para a mesa, enquanto um jogador faz uma aposta. "A-4 contra A-8", suspira a um amigo. Com uma certeza, os jogadores mostram A-4 e A-8. O Lee olha para mim a rir e desvia o olhar para a fotografia dos seus filhos. "Espero que eles me tragam sorte outra vez", disse ele.

Eu também esperoquesim.

-------------------------------------------------------------------------------

O furacão Phil Ivey está a toda a força no Amazon Room. O Ivey está sentado numa mesa perto do bar, e uma enchente de fans e média estão à sua volta tentando espreitar o mestre a trabalhar. Eram muitas as t-shirts a dizer: "Força Phil". O duo Pat e Mel Humphries tiveram tempo televisivo o ano passado, uma vez que iniciaram o clube de fans do Phil Ivey. Eles disseram-nos: "Já conhecemos o Phil desde que ele tinha 19 anos. Ele era o mesmo homem simpático tal como o vemos hoje."

Não sei muito acerca do Phil, mas de uma coisa tenho certeza; ele não é um homem simpático nas mesas de poker. Ele continua a aterrorizar os seus adversários, apostando em todos os pots e controlando a mesa à sua medida. Quando ele entra num pot, os seus adversários abrandam e começam a pensar se querem enfrentar apostas no flop, no turn e no river – o Phil tem apostado constantemente em todas as mãos.

O corpo de um homem começa a tremer literalmente à sua frente quando faz um raise. O homem faz call e depois aposta contra o Ivey no flop, com o Ivey a fazer call deixando o homem frustrado. Os tremores aumentavam. No turn, o homem pega nas suas fichas para apostar, mas desiste no último segundo, batendo no pano duas vezes ainda com as fichas na mão. O Ivey também faz check. O homem começa a abanar a cabeça. É claro que não tem ideia do que vai fazer a seguir. Chegados ao river, o homem faz um check rapidíssimo, pronto para desistir, o Ivey faz uma aposta grande e ele atira fora as cartas imediatamente.

Voltei no 4º nível, onde já se jogavam as antes. Todos os jogadores atiram uma ficha verde para o pot, e á medida que ia passeando pela sala, olhava para as mesas a ver quem é que tinha mais fichas verdes, prevendo assim quem é que tinha roubado mais pots e amealhado mais fichas. Fui ver o Howard Lederer; Ele tem uma boa banca com 20 fichas verdes. Espreitei o Jeff Madsen com 15. Quando chego perto do Ivey, fico de boca aberta a olhar para as suas mais de 50 fichas verdes e na eminência de coleccionar outras 20 se ganhar dois pots no preflop.

Fico um pouco mais, e finalmente vejo-o foldar uma mão preflop que tinha levado com um raise. Os jogadores ficam aliviados pelo facto do Ivey ter saído da mão, levando a que 4 jogadores vissem o flop. Um jogador vai all inn e acaba por estoirar. Pergunto-lhe: "Como é jogar com o Phil Ivey?"

O jogador tenta mostrar valentia na hora do comentário: "Ele é definitivamente bom; é agressivo, tentando levar todos os pots, mas se se virar contra ele, não fica com muito espaço para se mexer."

Impressionado, disse-lhe: "Isso é interessante. É assim que as pessoas o têm confrontado?"

Ele parece um pouco envergonhado. "Bem, não, não vi ninguém a virar-se para cima dele ainda, mas se o fizesse, de certeza que ele foldava."

"É fácil dizer de fora" Disse-lhe eu. Acena afirmativamente com a cabeça e vai-se embora.

Nota Ed: Não jogue tão agressivo quanto o Ivey.. .jogue na PACIFIC POKER.

Mais notícias

O que pensas?