WSOP – A Jennifer Tilly Está Fora e Em Baixo, Mas a Loucura Está Em Alta

WSOP – A Jennifer Tilly Está Fora e Em Baixo, Mas a Loucura Está Em Alta 0001

A terceira parte do Dia 1 navegava a todo o vapor e continuava a atrair os jogadores. Tal como nas duas primeiras partes do Dia 1, deverão ser esperados aproximadamente 2200 jogadores que jogarão no pano verde no Domingo, com alguns profissionais a lutar pelas suas vidas e com alguns já fora do torneio.

A Jennifer Tilly é um dos nomes famosos que não voltarão para o 2º dia. A Campeã Feminina em 2005 nunca pareceu capaz de mostrar o seu melhor jogo, uma vez que as suas fichas iam diminuindo lentamente. Ainda conseguiu dobrar as suas fichas quando decidiu levar para a guerra o seu 2-3 de espadas, quando já lá se encontravam três espadas na mesa, dizendo: "o Phil (Laak, o seu mentor) ensinou-me como fazer isto!" Esta jogada fez com que chegasse às 6000 fichas, que seriam insuficientes para poder continuar em jogo.

Foi outra senhora que acabaria por eliminar a nomeada pela Academia de Cinema, administrando o golpe final quando, com A-2-6-9 na mesa, a Tilly estava tentada a colocar o resto das suas fichas, depois da outra jogadora ter ido all inn. "Talvez alguém precise de chamar o relógio para aqui", pediu aos seus colegas de mesa que prontamente a cronometraram. Depois de quase esgotar o minuto e dez segundos regulamentares, ela coloca todas as suas fichas e mostra A-J. Grande mão, mas a sua adversária tinha encaixado dois pares com A-6. Uma vez que o river trouxe uma Q, a Jennifer cumprimentou os jogadores da sua mesa antes de sair, mas teve de ser chamada duas vezes a voltar à mesa para levar os seus óculos.

Alguns dos outros profissionais estavam a se sair bem. O Daniel Negreanu, que estava a ser controlado pelo meu colega Stephen Noh, continuava a azáfama, aumentando a sua banca. Tanto o Mark Seif como o namorado da Tilly, o Phil "The Unabomber" Laak (parecia um suicida bombista porque só trazia uma t-shirt e umas calças) continuavam na luta, mas com menos fichas do que quando começaram. O Seif chamou-me dizendo: "vem cá mas traz-me a sorte", enquanto se ria e me cumprimentava. Será interessante ver o que sucederá com o único múltiplo vencedor de braceletes em 2005.

O que realmente aumentou nesta terceira parte do Dia 1 foi a loucura. Para além do fato de urso do Joe Sebok no Sábado, parece que hoje temos pessoas mais pessoas. Um jogador apareceu vestido de mágico dos pés à cabeça (com chapéu e tudo), e não era o António Esfandiari! Também se viram uns Chefes de cozinha e um jogador com o Nemo na sua cabeça. Não num boné tipo basebol, mas um chapéu em forma de Nemo. Apesar de tudo parece que o poker é o mais fascinante por aqui. Imagine que se sentava entre a Barbara Enright e o T.J. Cloutier! Foi o que aconteceu a um jogador e será interessante ver o que lhe sucede.

Nota Ed: Poker é na POKER.COM.

Mais notícias

O que pensas?