Últimas do WSOP – o Gavin e o Bill levam uma lição do

Últimas do WSOP – o Gavin e o Bill levam uma lição do 0001

O legendário Doyle Brunson escreveu no seu livro, Super System:

"Eu parecia ser um jogador sortudo, porque de cada vez que um grande pot surgia, era eu que normalmente tinha a pior mão"

Sei que da primeira vez que li a deixa não tinha qualquer pista. Não que não percebesse o que o Doyle queria dizer, mas porque não percebia patavina de poker. Apenas um ano mais tarde quando já estava preparado para entrevistar O GRANDE, é que li o Super System. Quando me deparei com esta declaração pela segunda vez estava estupefacto. Não tinha percebido, ou apenas não estava pronto, eu nessa altura ainda perseguia flush draws e raises.

Felizmente que não era o único. O Bill Edler disse-me no outro dia que foi exactamente esta deixa do Doyle Brunson que mudou o seu jogo para sempre. Mas ainda existe esperança para o meu jogo pois ele disse-me que quando leu pela primeira vez a única coisa que conseguia pensar era:

"O quê?"

E na segunda vez que leu:

"O quê? Doyle?"

E após a terceira leitura:

"És louco?

Mas à quarta tentativa lá conseguiu perceber!

Cerca de um ano mais tarde, o Bill contou esta história ao Gavin Smith que lhe disse:

"Eu também! A mesma deixa mas consegui descortinar após a terceira tentativa" [O Gavin sempre apanhava tudo muito rápido]

A segunda parte desta lição de poker foi um pouco mais difícil. Adoptar uma estratégia diferente da do tight era a opção correcta. Só ai é que compreenderia porque é que os melhores jogadores do mundo colocam as suas fichas com muita frequência all inn quando não são favoritos. Contei a história do Bill e do Gavin ao Doyle que me disse acerca da estratégia:

"Bem, é verdade, era verdade quando escrevi e continua a ser verdade hoje"

Vou deixar o Doyle dar-vos a lição, mas lembrem-se que é preciso ler o livro várias vezes para perceber. (do Super System)

"Eu parecia ser um jogador sortudo, porque de cada vez que um grande pot surgia, era eu que normalmente tinha a pior mão. Haviam boas razões para isso. Sou um jogador muito agressivo. Eu chego lá e normalmente ganho os pequenos pots. Estou sempre a apostar nesses pots, massacrando-os. E não gosto que alguém me impeça de o fazer. Não quero que me batam no meu estilo de jogo. E se eu tenho qualquer tipo de draw ou qualquer tipo de mão, eu aposto. Se me fazem raise eu não desisto. Eu sigo em frente e ponho todo o meu dinheiro no pot, mesmo se for um valor razoável e pense que não tenho a melhor mão"

"Talvez agora consiga compreender melhor o que eu estava a lhe dizer anteriormente. Quando surge um grande pot, normalmente tenho a pior mão. Aquele jogador fraco finalmente apanhou as nuts… e é isso que eu normalmente procuro num grande pot. Mas, já paguei por esse pot grande com todos aqueles pequenos pots que limpei anteriormente. Por isso estou a jogar de borla com o dinheiro destes jogadores fracos (e com o dinheiro de todos os outros jogadores fracos deste jogo)"

Lição de um Titan. faça o download da TITAN POKER.

Mais notícias

jogadores relacionados

O que pensas?