Gavin Smith Jogador do Ano do WPT

Gavin Smith Jogador do Ano do WPT 0001

Mas que 13 meses têm sido para o Gavin Smith. Pouco mais de um ano atrás o Gavin era o típico jogador de poker à procura do seu lugar no mundo do poker, jogando muitos torneios pequenos no circuito de poker, e apenas jogando os grandes torneios quando lhe era possível.

Os resultados foram aparecendo, devagar, e como muitos dos jogadores do tour, manter a cabeça fora de água, era o seu principal desafio. O Gavin manteve a sua confiança alta, e com apoio e ajuda dos seus amigos, tais como o Erick Lindgren, ele conseguiu entrar nas séries do Mirage Poker Showdown de 2005. Uma vitória num evento preliminar deu-lhe ainda mais confiança, e 10 dias depois, uma vitória no Mirage $10,000 WPT foi a oportunidade que o Gavin procurava.

Agora passado pouco mais de um ano, o Gavin é o Jogador do Ano do World Poker Tour, e a sua vida é completamente diferente da que levava quando crescia na cidade de Guelph no Ontário Canadá. Guelph fica apenas a 3,500km das luzes de Las Vegas, mas uqe este ano levou o Gavin muito mais longe. Recentemente encontrei-me com ele e perguntei o que tinha mudado na sua vida,

John: Passou pouco mais de um ano desde a sua explosão no Mirage Poker Showdown. O que é que mais mudou para si no último ano?

Gavin: Bem, (risos) eu agora tenho dinheiro. Antes desta vitória, estava como que falido. Penso que esta é a principal diferença. È bom chegar a um torneio e ser uma das caras mais conhecidas e temidas. Penso que ajudou o meu jogo o facto das pessoas me respeitarem um pouco mais, e por isso podemos ser um pouco mais liberais e agressivos.

John: Mas ao mesmo tempo já não podes-te esgueirar a uma pessoa, pois não?

Gavin: Não, já não posso esgueirar-me a uma pessoa porque elas já me conhecem, por isso tenho de ter uma abordagem diferente.

John: Quais os seus planos para as séries? Vai jogar o torneio Horse de $50,000?

Gavin: Vou jogar o torneio Horse de $50,000. Estou pensando em jogar a maioria dos torneios. Talvez salte um ou dois torneios de Stud, mas devo jogar a maioria dos torneios.

John: E quanto ao resto do ano? Vi-te no Poker Dome, e doze horas depois estavas no circuito em New Orleans, e quase lideraste do princípio ao fim. Isso será o tipo de programa que deverás manter até ao final do ano?

Gavin: Sim, vou tentar jogar o máximo de torneios de $10,000 que possa incluir no meu calendário. Por vezes são ao mesmo tempo, e ocasionalmente temos de falhar um, mas sim – quero jogar a tempo inteiro este ano.

John: Parece que hoje em dia todos os profissionais têm um livro ou dvd. Vais fazer qualquer coisa do género?

Gavin: Estou a fazer um dvd para uma empresa chamada Vegas Maximus. Este é um dvd que tenta mostrar às pessoas o meu estilo de jogo, que a meu entender é pouco ortodoxo. O meu estilo de jogo é diferente do que a maioria dos jogadores literados dizem ser o correcto para jogar poker. Não consigo imaginar-me a escrever um livro de estratégia.

John: Contaste-me uma história verdadeiramente inspiradora um dia destes acerca de uma rapariga que conseguiu emocionar-te. Conta-me um pouco acerca disto.

Gavin: Existe uma pequena rapariga chamada Peyton Novoa de Richmond Hill no Ontário Canadá. Ela tem 2 anos e meio e a sua mãe, Natasha, foi diagnosticada com um cancro das pequenas células do ovário em Dezembro último, e faleceu em Março com 29 anos.

Por isso o que estamos a tentar fazer agora é angariar algum dinheiro para esta criança, Payton, cuja família passou por privações devido ao tratamento da doença da sua mãe, e também tentar angariar algum dinheiro para a pesquisa do cancro do ovário.

Por isso desenvolvemos um site de internet, chamado forpeyton.com. Está preparado para que você possa fazer um donativo. Mas, também temos um leilão a decorrer. As peças também estarão para leilão no Ebay, por isso as pessoas podem fazer as suas ofertas online. O último dia do leilão é a 1 de Agosto. Temos algumas coisas muito interessantes para leiloar. Temos um pacote do Bellagio, da ESPN, muitas memórias autografadas, bonés, fotografias, t-shirts, etc de pessoas tais como Daniel Negreanu, Phil Ivey, Grinder e mais. Temos coisas interessantíssimas que os fans de poker vão adorar. Esperemos que possamos angariar muito dinheiro para esta menina.

John: Fantástico. Agora uqe és uma figura pública, sentes-te no dever de promover mais estas acções de solidariedade ou outras desta natureza?

Gavin: Não penso que agora que sou uma figura pública no poker tenha obrigações – penso que como pessoas deveríamos fazer qualquer coisa para ajudar. Somos pessoas que tivemos uma tremenda oportunidade e dons, e que nos safamos bem financeiramente. Penso sinceramente que as pessoas com mais possibilidades deveria dar mais aos outros ajudando-os.

Eu dou a muitas instituições de caridade, mas é só dar dinheiro. Se me dedicar de alma e coração à caridade, tem de ser algo que realmente me toque. E a história desta menina realmente tocou-me. Richmond Hill fica muito perto do lugar onde cresci, e eu achei esta história realmente triste.

John: Isso é um bom trabalho Gavin. Espero que possamos ajudar um pouco alertando mais as pessoas para esta causa. Mais alguma coisa para hoje ?

Gavin: Não. Apenas que estou ansioso para voltar a falar contigo quando ganhar o principal torneio do WSOP em Agosto.

John: Boa atitude. Estou eu próprio estou ansioso para ter essa conversa. Obrigado pelo teu tempo.

Jogue Nobre; faça download da NOBLE POKER

Mais notícias

Torneios relacionados

O que pensas?