Agora ao vivo 2017 Aussie Millions

Estratégia Stud Poker: Poker na Quarta Rua

Estratégia Stud Poker: Poker na Quarta Rua 0001

Poker acontece!

Certo que é raro, muito raro, de facto. Mas acontece.

Em média, irás ter poker nas primeiras 4 cartas que te são distribuídas na modalidade de jogo 7-card stud uma em cada 18,500 mãos. Se em média jogares 30 mãos por hora, então isso irá acontecer uma vez por cada 600 horas de jogo.

No entanto se fores um jogador regular que jogue 3 dias por semana, e nesses 3 dias jogares 8 horas por dia, então irás ter poker logo nas primeiras 4 cartas recebidas algumas vezes por ano - irás ter 100 vezes ao longo da tua vida se mantiveres este ritmo ao longo de 50 anos.

Sendo assim o que deves fazer!?

Primeiro, deixa-me dizer-te aquilo que não deves fazer. Eu estava em casa jogando com alguns amigos, alguns deles loose e passivos, os típicos jogadores caseiros. Eu estava a perder cerca de 100$ num jogo de 5$ máximo.

Numa jogada eu recebo trio de 4. No nosso jogo caseiro quem tem a carta mais alta é o primeiro a apostar. Um jogador com As, aposta 3$. Não havia mais Ases expostos na mesa. Dois jogadores fazem call. A acção passa para mim, eu faço raise para 5$. Como esperado, o jogador do Ás e os outros dois fazem call. Não havia mais nenhum Ás nem nenhum 4 exposto.

Na fourth street ( 4ª Ronda, em que recebemos mais uma carta exposta) eu recebo mais um 4.Nenhum dos outros jogadores fez par de cartas expostas.

Então pensei qual a melhor maneira de jogar a minha mão, para poder maximizar os lucros. Eu tinha feito raise na ronda anterior com o meu trio. Se agora fizesse check, depois de apanhar um novo 4, iria parecer demasiado suspeito. Então eu pensei que caso fizesse check estaria a demonstrar que estava forte o que não aconteceria se apostasse. E eu não queria demonstrar que estava forte; Eu queria receber call's a todo o custo para o river. O cenário estava ideal, três jogadores envolvidos na jogada e um deles demasiado loose para largar a sua mão. Então pensei, que se eu apostasse estaria a aumentar o pot e assim, quem estivesse em draws iria pagar nesta ronda e na próxima, e devido as pots odds estariam a fazer call's incorrectos.

Então a minha última questão era quanto é que eu devia apostar. Se eu apostasse 5$ certamente estaria a assustá-los e colocá-los fora da jogada. Se eu apostasse 1$ seria também suspeito, tal como fazer check. Então decidi que iria apostar 3$.

Todos os 3 fizeram fold. Eu não queria acreditar.

Acreditem.

Eu fiz aquilo que considero ser um dos maiores erros no poker - embora raramente se compreenda.

Quando fazes poker na fourth street (4ª ronda), por mais suspeito que possa parecer, faz check.

Sempre check, sem excepção. E se por sorte tiveres algum jogador que aposte ou faça raise a uma aposta, faz sempre call e nunca raise.

Aqui fica o porquê: Não é justo querer demonstrar estar fraco quando realmente não estamos. Esta não é de todo a primeira motivação, fazer apenas check ou call, é estar a dar hipóteses aos nossos oponentes de melhorarem as suas mãos.

Não vais ganhar muito com o teu poker de mão porque tens um par exposto (os dois 4 que ficaram expostos no exemplo da minha jogada). Mas uma maneira de poderes vir a ganhar dinheiro é esperares que os teus oponentes melhorem as suas mãos.

Então deves dar essa oportunidade. O ideal seria eles melhorarem para um flush ou fullhouse. Aí o risco de foldarem perante uma aposta é baixo, então é ideal dar-lhes a oportunidade de evoluírem.

Voltando ao Check, é verdade que fazer check pode parecer suspeito. Na maior parte das vezes os nossos oponentes vão pensar que temos trio. Mas em todo caso eles vão ter acesso a uma nova carta caso faças só check ou call. E ai está a oportunidade de eles melhorarem a mão nessa carta que vamos ver - e ai podem ficar com uma mão em que realmente possa haver acção. Caso sejamos nós o agressor e o primeiro a apostar, podemos estar a assustar os jogadores e a não ter a acção que realmente queremos quando temos poker.

Nota Ed: Pratique o seu stud na POKERSTARS.

Mais notícias

O que pensas?