Agora ao vivo 2017 Aussie Millions

Estratégia Poker Stud: Grandes Erros com Grandes Mãos

Estratégia Poker Stud: Grandes Erros com Grandes Mãos 0001

Vejo isto acontecer a toda a hora. O jogador no lugar 3, um azarado, tem feito call á espera do seu grande draw e finalmente acerta. O que faz ele? Veja em baixo.

A mão começa com cinco jogadores, quando um jogador que tem uma Q exposta faz raise ao 'bring in' e quatro jogadores fazem call. Na 4ª street, a carta alta, a Q, aposta $20. O nosso jogador azarado, faz call com um 6 e um 9. O jogador a seguir, com duas cartas para flush faz raise para $40. Todos fazem fold excepto o raiser inicial e o azarado que fazem call.

Na 5ª street o nosso jogador azarado recebe um K, ele tem a carta mais alta exposta e faz check. O jogador com duas cartas para flush recebe uma 'blank', mas aposta na mesma. O jogador com a Q faz call e o nosso azarado também.

Na 6ª street, o azarado recebe outro K, o que lhe dá um par de KK exposto. O jogador que começou com as cartas suited apanha um A offsuite. E o jogador que começou com uma Q recebe uma blank.

O azarado respira fundo. "Eu faço check", diz ele e bate com a mão na mesa. Os outros dois jogadores também fazem check.

É-lhes dada a carta do river. O azarado olha para a carta e faz check, assim como os outros dois jogadores. Viram então as cartas. O primeiro jogador que tinha QQ exposto, mostra 2 pares, QQ o par alto. O azarado mostra 2 pares, KK66. E o jogador que estava para flush mostra um par,99.

O azarado recolhe o pote – que é consideravelmente mais pequeno do que devia ter sido se tivesse sido jogado da forma correcta. Eu estou sentado ao lado dele, e já criei uma amizade com ele enquanto o jogo decorria (ele está na minha esquerda – por isso tive o cuidado de cultivar alguma amizade).

Ele olha para mim, com um olhar desgostoso.

"Não gostaste desta jogada, pois não, Ashley?"

"O que queres dizer?" perguntei eu, inocentemente – embora, obviamente não tenha gostado da forma como ele jogou a mão.

"Eu comecei com aquele par e depois recebi os reis," diz ele. "Mas pensei que o outro jogador pudesse ter AA com outro par por isso tive de fazer check".

"Eu entendo. Estavas com medo que ele te fizesse raise."

"É isso!" diz-me ele. "Estava com medo que ele fizesse raise ao meu KK – e depois tinha de fazer call ás duas apostas apesar de estar atrás."

"Entendo. Bom, felizmente venceu", disse eu. "Bom pote".

E continuámos a jogar.

Eu não lhe disse que a jogada dele foi muito má. Eu vejo isto sempre a acontecer. E espero continuar a vê-lo.

Permitam-me que partilhe alguns pensamentos com vocês para que possam lucrar com estes erros terríveis.

Primeiro que tudo, ele pode ter estado correcto que o seu adversário tenha começado com um par baixo e um ás como kicker. Quando ele faz raise na 4ª street pode ter sido com um par e com três cartas para flush e com um ás escondido. Ele até pode ter feito slow play de AA e depois ter feito trio na 5ª street. Até pode ter começado com trio. Muitas mãos podiam ter sido o caso – opções que podiam fazer com que apostar os 2 pares com KK como par alto, parecer um erro na sua cabeça.

Mas o poker não é um jogo do que pode ser. E não é um jogo de certezas, é um jogo de probabilidades.

Era provável que o jogador que fez raise com uma Q exposta tivesse um par de QQ. Não era definitivo mas era provável. E não era definitivo mas sim provável, que o jogador que fez raise na 4ª street com duas cartas suited estivesse a fazer raise para a carta que vinha a seguir, de forma a ficar com quatro para flush. Era também possível que ele estivesse a fazer raise com dois pares nesta altura – mas com dois pares baixos, já que não tinha nenhuma carta alta exposta.

Na 5ª street, quando o nosso amigo azarado recebeu o primeiro K e era a carta mais alta exposta apesar de ter apenas um par de 66, ele provavelmente fez o correcto em fazer check. Dependia da imagem dele. Acredito que a sua aposta não faria nenhum adversário fazer fold. Por isso como estaria atrás do bastante provável par de QQ, o seu check faz sentido. Assim como o seu call á aposta do adversário pode ser considerado correcto.

Mas na 6ª street, quando recebe o segundo K, ele certamente devia ter apostado. No river, igual, quando ele tinha dois pares com KK e os adversários tinham mãos aparentemente inferiores (embora pudessem ser mais fortes), ele devia ter apostado.

Um dos maiores problemas, para jogadores novos, com pouca experiência, ou mesmo jogadores de stud medíocres é o seu medo, daquilo que eu apelido de "monstro debaixo da cama". Eles imaginam um monstro escondido e desprezam a sua mão ao invés de serem agressivos e apostarem ou fazerem raise. Pensam, erradamente, que se for possível haver uma mão melhor, devem ser cuidadosos em vez de audazes. O medo e a precaução custam-lhes o mesmo dinheiro que, o entusiasmo ou esperança.

Isto não significa que não existe lugar para a precaução. Se, por exemplo, o adversário fizer call a um raise na terceira street, receber um A na quarta street e liderar as apostas, ele pode muito bem ter começado com um par separado e um A escondido – e agora ter dois pares com AA. Isto é comum. Mas não fique com medo que cada A que vê representa um par de AA.

Igualmente, é importante reconhecer o papel que a sua posição pode ter na sua decisão de ser agressivo ou passivo. Se o o jogador com um A exposto fosse o primeiro a falar, e você tivesse 2 pares com KK, poderia ser correcto fazer call em vez de raise se ele apostar primeiro. Nesta situação, ele pode estar a fazer bluff ou pode, não querer dar uma carta gratuita. No entanto, nos exemplos em cima, onde o azarado era o primeiro a falar, o check dele com KK exposto abriu a porta para os seus adversários receberem cartas gratuitas – potencialmente com 4 para flush – algo que de forma geral nunca queremos fazer.

Resumindo, se completarmos um par exposto nesta situação e se estivermos perante um draw do nosso adversário, não queremos fazer check – queremos apostar para forçar o nosso adversário a pagar para continuar em jogo ou a fazer fold. Se por acaso estiver ele á frente da mão que estamos a representar e fizer raise, e nós fizermos call, e perdermos duas apostas, podemos ficar satisfeitos, já que na grande maioria das vezes estamos a fazer o movimento correcto ao apostar. E isso é o mais importante para ganhar no poker.

Mais notícias

O que pensas?