Agora ao vivo 2017 Aussie Millions WSOPC Marrakech

Estratégia Poker: Ler o Jogo do Adversário II

Estratégia Poker: Ler o Jogo do Adversário II 0001

Vimos no artigo anterior como é que um improvável call e um improvável fold poderiam estar correctos devido ao modo de jogar dos nossos adversários. Embora as razões apontadas sejam válidas, deixam sempre dúvidas, e geram assumpções do jogo do nosso adversário. A maior assumpção é que pensamos que o nosso oponente está a jogar com algum tipo de lógica. Esta lógica pode estar para além dos maus jogadores e poderá ser muito difícil de ler as suas jogadas aleatórias. Os jogadores peritos podem estar preparados para transformar a lógica nas suas cabeças em numa jogada camuflada.

Crucialmente maior parte dos jogadores faz um jogo típico a maior parte das vezes, então iremos abordas esta ideia para podermos examinar alguns destes jogadores.

1)Os oponentes dão informação acerca da força das suas mãos sempre que fazem call ou raise.

Esta é a informação mais simples e que muitas vezes é esquecida.

Assim que o seu opositor faz raise pré-flop, é de deduzir que tenha uma mão forte. Lembre-se de que posição fez o raise, uma vez que as mãos tornam-se mais frágeis à medida que nos aproximamos do button. Se o flop aparecer {3-Hearts}{3-Spades}{2-Hearts}, e o jogador que fez raise numa das primeiras posições, deverá conceder-lhe mais crédito do que se fizesse check após um flop deste género.

Digamos que o flop foi {a-Hearts}{k-Spades}{2-Diamonds} e o mesmo jogador aposta no flop depois do raise pré-flop. Uma vez que a sua aposta no flop provém de uma das primeiras posições, deverá estar a ser honesto ao demonstrar que tem uma mão. Se a acção chega em check atá ao button e este apostar, então é bem provável de que não tenha nenhuma mão. E caso tenha qualquer coisa, devido ao facto de poder estar a jogar com quaisquer cartas, o flop não lhe deve ter acertado com muita força.

Da mesma forma, deverá dar mais crédito ao seu oponente de cada vez que fizer call à acção. Se na mesa estiver {k-Spades}{k-Diamonds}{q-Spades}{q-Diamonds}{2-Hearts}, e depois de uma série de checks o seu opositor apostar no fim, deverá ficar suspeito. Se fizer call no flop e no turn e apostar no river, o seu adversário deverá ter uma grande mão.

Imagine uma situação onde tem par de Valetes na mão, e na mesa está {q-Hearts}{7-Hearts}{7-Spades}{2-Diamonds}{6-Hearts} que poderia ter completado um flush draw no fim. Se o seu opositor fizer call no flop e turn e apostar no river, esta é uma situação em que deverá fazer fold. O call no flop é fundamental nesta mão, uma vez que nos indica que o nosso opositor tem alguma coisa – provavelmente uam Dama, três setes ou um flush draw. Agora que bateu o flush, todas estas possibilidades batem a sua mão.

2) Outros factores que lhe dão pistas da força de uma determinada mão

Quando ver um opositor apostar, esteja atento a todo o tipo de informação para assim poder reavaliar a força da sua mão.

A mais óbvia é o número de pessoas no pot. Os jogadores tendem a fazer menos bluffs ou apostar com mãos marginais num pot com vários jogadores.

Pró exemplo, com {8-Hearts}{7-Hearts}{6-Spades} vejamos duas apostas distintas:

Com seis pessoas no pot um jogador em middle position aposta. Quase de certeza que tem a melhor mão, com pelo menos um overpair ou dois pares.

Você está heads-Up, check ao raiser inicial em late position, que aposta. Ele pode ter qualquer tipo de mão. Pode estar a fazer continuation bet com uma mão como AK, ou um puro bluff. De facto, o seu opositor não deverá estar a apostar com uma mão forte ou já feita como um trio ou sequência, porque se fosse este o caso, e com apenas mais um jogador no pot, em princípio faria slow play com um check.

Num torneio, a altura em que faz um movimento dá-lhe a entender a força da mão do seu adversário. Um opositor que faz all-in na bolha, digamos, teria de ter muita coragem para o fazer sem ter uma mão muito forte.

3)Check assustador

A acção em cada rua vai diminuindo a possibilidade de mãos do seu adversário, e se depois de uma aposta se seguir um check, é de prever que lago tenha mudado.

Vejamos um exemplo em que na mesa está {9-Hearts}{7-Hearts}{2-Diamonds}{k-Hearts}. O nosso opositor aposta no flop, e depois faz check quando sai o K. Parece que tinha algo no flop, mas não gostou do rei ou da terceira carta de copas. Um pocket pair abaixo de reis Ex: QQ, JJ, 10-10) é algo que se encaixa neste exemplo, bem como um A9 ou 10-9. Poderá tirar partido desta informação apostando, uma vez que o seu opositor mostra fraqueza.

Esta acção de fazer check depois do se call à aposta no flop, é uma luz verde no poker. Isto quer dizer que o seu opositor não está certo da força da sua mão, ou que na verdade está fraco. O check convida a uma aposta e é um convite que deverá aceitar se quiser tirar o seu opositor da mão.

Nota Ed: aplique estes conhecimentos, abra já um conta numa das muitas salas que temos à sua disposição!

Mais notícias

O que pensas?