Agora ao vivo Live Stream André Coimbra PokerStars.pt

Introdução a Torneios de Poker

Introdução a Torneios de Poker 0001

Acima de tudo eu sou um jogador de cash games, mas devido à grande "procura" de artigos de estratégia (e porque também faz bem parar um pouco de vez em quando), decidi jogar alguns torneios para variar. Este artigo é uma introdução para alguns dos aspectos básicos de um torneio de poker.

Game selection

Tal como nos cash games, uma boa game selection é muito importante quando se trata de jogar torneios. Tenha em atenção a sua banca, a estrutura de blinds, e o nível dos seus adversários. Eu comecei a jogar torneios que representavam 1% da minha banca, no mesmo site onde jogo cash games também. No geral jogo sit&go's de 45 ou 90 jogadores. Depois comecei a jogar torneios de $4,40 de 180 jogadores na Poker Stars por que muitos dos jogadores que frequentavam o fórum o faziam, e porque são ideais para fazer multi-tabling. Existe sempre um torneio destes a começar, no máximo espera-se 10 a 15 minutos, o que faz com que se consiga jogar 8 a 10 torneios destes por noite. Outro dos atractivos destes torneios é o prémio destinado aos jogadores que ficam no topo da classificação, visto que jogamos sempre para ganhar e não apenas para dobrar o buy-in. Estes torneios não duram muito tempo, normalmente 4 horas, daí que não tenhamos de jogar sessões intermináveis e que no fim do torneio ainda estejamos "frescos". A estrutura de blinds também é relativamente boa, não é daqueles torneios onde passados 10 minutos tenhamos todos de ir all in porque não temos M.

ROI e ITM%

ROI (Return On Investment) é uma forma de calcular o retorno quando jogamos torneios. Nos cash games esse retorno é calculado sob a forma de winrate. De forma simples, o ROI é o total do que foi ganho a dividir pelo total de buy-ins, convertido em percentagem. Digamos que jogou 50 sit&go's destes que acabámos de falar. Ganhou um, ficou em 5º lugar uma vez e em 12º lugar outra vez. No total gastou 50x4,40 em buy-in's, $220, e ganhou $216+$47+$9= $272. O seu ROI é (272-220) / 220 = 0.236, ou 23.6%.

Por sorte, existem sites que "seguem" os seus torneios e você não precisa de andar sempre a fazer estas contas. O SharkScope e o POR estão disponíveis 24horas por dia e têm lá toda esta informação, não só de si, mas também dos seus adversários. Esta informação pode ser bastante útil quando quer saber que tipo de experiência/jogador é aquele que está sentado ao seu lado na final table.

A "In The Money %" aparece com o intuito de aquilatar que tipo de performance está a ter. Para os sit&go's de 180 jogadores, onde é pago o top 18, você espera ficar ITM 10% das vezes. Por sorte, você é um bocadinho melhor que a média e chega ao dinheiro mais vezes que isso.

Para que faça bom uso destas estatísticas, assegure-se que joga uma quantidade grande de torneios. Por exemplo, você terá de jogar pelo menos 100 torneios, até que as estatísticas possam dar algum tipo de indicação sobre o seu jogo.

Harrington's M-ratio

Quando se está a jogar um torneio No Limit, o "M" é o indicador de saúde da sua stack em relação às blinds e antes. O "M" é o número total de fichas, dividido pelo custo total de blinds+antes de uma órbita. Imaginemos que está sentado numa mesa FR e que as blinds estão a 100/200 antes de 25 e a sua stack é de 5,000. O seu "M" será 5,000/(100+200+10x25)=5,000/550=9. Isto quer dizer que senão jogar nenhuma mão, ficará sem fichas daqui a 9 órbitas.

O "M" é muito importante quando se escolhe a estratégia a adoptar num torneio. Quando se tem um "M" grande (>20), poderá jogar da maneira que quiser (seja agressivo e escolha bons spots ou espere por boas mãos) sem hipotecar o seu futuro no torneio. À medida que o M diminui, você terá de ganhar rapidamente alguns potes para não ser "comido" pelas blinds.

Podemos classificar o M em 5 grupos, tal como na tabela abaixo. Para cada grupo, você poderá escolher uma "estratégia ideal".

Introdução a Torneios de Poker 101

EV em Torneios

O Expected Value (EV) está presente quer em cash games quer em torneios, contudo existem algumas diferenças, visto que nos torneios não existe a opção de reload. O número de fichas que você tem durante um torneio, corresponde a uma percentagem do prizepool total, o que irá afectar os cálculos sobre o EV, quando comparados aos cash games. Situações que sejam –EV não serão lucrativas no long run, tente evitá-las ao máximo.

Fases de um torneio

Um torneio pode ser dividido em diferentes fases (inicial, intermédia e final), que requerem diferentes estratégias.

Fase Inicial:

Num torneio freezeout as blinds começam relativamente pequenas em relação à stack, e existem 2 maneiras possíveis de jogar nesta fase. Existem jogadores que jogam de uma forma muito tight porque não querem ser eliminados cedo, e/ou porque ainda têm tempo para esperar por melhores mãos. Outra das estratégias possíveis é a de ver o máximo de flops possíveis, com mãos do tipo {7-Clubs}{5-Clubs} ou {8-Hearts}{9-Spades}. Estas mãos podem render muito quando jogadas contra jogadores muito tights e que jogam para a stack, quando você acertar os seus suited connectors contra o overpair do adversário.

Especialmente quando joga torneios de buy-in mais baixo, recomendo que jogue muito tight no início pois existem muito maus jogadores que fazem call até ao river com {k-Spades}{j-Diamonds} quando você tem {a-Diamonds}{k-Diamonds}. Isto faz com que fique com muito pouca fold equity, o que dificulta a sua tentativa de fazer semi-bluffs com determinado tipo de mãos.

Fase Intermédia:

As blinds estão a subir e o seu "M" está a descer. Já deixou de ter a opção de esperar por mãos melhores, e tem de ser mais criativo. Por sorte, a esta altura você já tem algumas reads sobre os seus adversários e já sabe contra quem pode fazer value bets 3 vezes seguidas e contra quem não pode bluffar. Entrar em limp num pote com mãos marginais deixou de ser opção. Sempre que você floppar um set e for all in contra um flush draw, existe a possibilidade de ser eliminado. Se esta situação ocorrer 4 vezes durante o torneio, a probabilidade de você as ganhar todas é muito reduzida. Na realidade você não precisa de estar sempre em situações de 50-50 para se manter vivo no torneio, existem outras maneiras de ganhar fichas de uma forma mais segura.

Com as blinds a aumentar, roubá-las torna-se importante, especialmente quando se chega à fase da bubble do dinheiro. Muitos jogadores jogam de forma muito tight nesta fase do torneio, é uma situação que você poderá explorar roubando as suas blinds. Não "roube" só quando estiver no botão ou no CO, tente fazer o mesmo UTG só para variar. Um conceito importante durante esta fase é o Gap Concept (diferença entre a mão necessária para raisar e a mão necessária para pagar um raise), facto que nos leva a roubar as blinds aos nossos adversários.

Fase Final:

Nesta altura já estamos ITM, e existe apenas um reduzido número de jogadores que chegaram ao dinheiro. Os jogadores, short stacks, que ainda estão em jogo, tentarão dobrar o mais rápido possível e os outros jogadores jogarão mais tight para chegar mais longe no torneio. As reads que tem sobre os seus adversários são cada vez mais importantes nesta fase, é altura de começar a fazer re-stealing sempre que achar que está a ser "roubado" pelo adversário.

Como já disse, estamos a jogar para o primeiro lugar, por isso devemos jogar de forma agressiva e tentar ganhar o maior número de fichas possível dos adversários mais tight, contudo deve ter atenção quando eles começam a ripostar, se tiver de ser, faça fold da sua mão.

No final deste nível, você espera estar em head's-up e ganhar ao seu adversário final. Existem vários artigos escritos sobre as melhores abordagens a estas situações, no geral tudo se resumirá ao seu adversário a jogar de forma passiva e a não ter noção do tamanho das blinds/stack.

Para terminar o artigo, aqui ficam algumas dicas importantes nas diferentes fases de um MTT:

- Não preste muita atenção à média durante o torneio, o seu "M" é muito mais importante.

-Explore os adversários na fase da bubble e não comece a jogar tight nessa altura.

-Jogue vários torneios ao mesmo tempo, a variância é muito alta mas não deixe que ela o afecte demais. Isto é especialmente importante na fase da bubble e na final table.

-As últimas fichas da sua stack valem mais do que as que perdeu inicialmente. Daí que uma c-bet de 1/4 da sua stack seja mais arriscada em torneios do que em cash games.

-No início de um torneio você pode calcular o numero de fichas que julga necessário para chegar à final table, este estabelecer de mini-objectivos pode ser importante para a sua motivação.

Ok, é tudo por hoje. Como sempre se tiverem dúvidas é favor colocá-las no fórum.

Mais notícias

O que pensas?