Agora ao vivo Unibet Open Bucharest

A Importância do Tamanho das Stacks

A Importância do Tamanho das Stacks 0001

O tamanho da stack é algo de fundamental e que deve ter sempre presente em todas as decisões que toma quer esteja a jogar No limit ou Pot Limit Hold'em.

Vamos imaginar que tem {k-Diamonds}{q-Diamonds} na SB e abre o pot. A BB faz call e vê o flop em head's-up. O flop é {10-Clubs}{j-Diamonds}{5-Diamonds}. Bom flop, mas o que é que você vai fazer? Decidiu que quer apostar muito neste pote e começa a pensar nas opções que tem, c-bet, check-raise no flop ou check-call no flop e check-raise no turn. Estas são as opções, mas ainda não pensámos no tamanho das apostas. Irá all-in no flop, ou no turn, quer acerte ou não no flop. O que irá fazer?

Resposta lógica: Depende. Na realidade tudo depende do tamanho da sua stack e da relação entre a stack e o pote. No decorrer deste artigo entraremos em mais detalhes sobre este ponto. Levar em conta o tamanho das stacks é muito importante em No Limit e Pot Limit Hold'em. Neste artigo iremos abordar em particular a vertente No Limit, veremos algumas mãos de torneios como exemplo, embora possamos aplicar também em cash games, Pot Limit Hold'em e Pot Limit Omaha, tudo o que for dito para torneios.

No exemplo acima, podemos tomar várias opções dependendo do tamanho da stack. Vamos imaginar que a sua stack são $10,000 e no pote já estão $10,000. Nesta situação pote decidir ir all in imediatamente. Se a sua stack for $30,000 pode optar por fazer check-raise, se a sua stack for de $50,000 pode fazer check-call no flop e check-raise all in no turn.

O importante aqui é criar fold equity e manter o controlo do pote. Se for all in e o seu adversário tiver que fazer call a uma quantia muito pequena, é bom que tenha fold equity. Se for all in e o seu adversário tiver que fazer um call grande, tenha atenção, pois nessas situações você apenas será called por mãos melhores que a sua. Neste momento a sua mão é apenas um K-high por isso não arrisque mais que o estritamente necessário.

Proporção stack/pot (PSP)

A PSP é o número obtido da divisão da stack pelo pote. Se a sua stack forem $12,000, o seu adversário tiver uma stack de $9,000 e o no pote estiverem $1,000, a PSP=$9,000/$1,000=9. Usamos neste cálculo o valor total da stack do adversário, visto que é o valor máximo que podemos ganhar.

Vamos agora ver outro exemplo. A sua stack são $15,000, está na SB e tem {8-Clubs}{8-Hearts} na mão. Fez call a uma bet de $1,200 de um adversário em MP, que tem uma stack maior que a sua. Pré-flop o pote já está em $3,600, incluindo as antes e as blinds. O flop é {7-Hearts}{7-Clubs}{3-Diamonds} e você decide fazer check. O seu adversário aposta $2,500 e você decide fazer raise para $6,500. O seu adversário decide ir all-in, e neste momento você tem de fazer um call de $7,300 para um pote de $24,100.

Na verdade este é um easy-call, você apenas tem de fazer call de um valor pequeno em relação ao valor total do pote. Por outro lado, não estará à frente muitas vezes. Com sorte poderá enfrentar um par mais baixo ou um AK, mas a experiência diz-nos que na maioria das vezes enfrentará um par mais alto. Ao fazer chek-raise nesta situação está automaticamente a por toda a sua stack em risco. Antes de você raisar o pote estava em $6,000, e você está a arriscar $14,000 para ganhar apenas essa quantia. Esta é uma má situação para você se meter com uma mão média, ainda para mais estando a arriscar a sua "vida" no torneio. Parece que não tomou atenção ao tamanho das stacks.

No flop a PSP é quase 4 ($14,000/$3,600). Depois de fazer check-raise, já não pode foldar a sua mão e fazer um check-raise all in é fazer uma overbet que só será called por uma mão melhor que a sua, disso pode ter a certeza. Você estaria a raisar de $2,500 para $14,000 o que é uma grande overbet. Esta não é situação ideal para fazer isto, você poderia faze-lo apenas se a PSP fosse mais pequena (2,5-3) ou se pudesse foldar após o check-raise (mesmo que o check-raise seja uma má opção neste spot). Para que possa foldar neste spot a PSP terá de ser 7 ou maior.

O problema começa logo no call pré-flop. Com mãos do tipo 88 você deve jogar sempre para setvalue, se não bate nada no flop o melhor que tem a fazer é fodar. A maior parte das vezes estará atrás ou quem sabe num corrida 50/50. A PSP também pode ser vista como o grau de "commitment" que você tem num pote. Com uma PSP muito baixa você estará committed e com o aumentar da mesma deixará de estar tão committed.

PSP pré-flop em No Limit Hold'em

Pré-flop a PSP é o tamanho do pote após fazer o call, dividido pela sua stack também após fazer o call. No último exemplo temos uma mão especulativa, {8-Clubs}{8-Hearts}, uma mão difícil de jogar com uma PSP de 4 ou 5. Estas mãos jogam-se muito melhor quando a PSP é de 7, quando você ainda tem oportunidade de conseguir o seu oponente foldar uma mão melhor, devido à sua agressividade.

Com estas noções, a partir de agora comece a escolher as suas mãos pré-flop de forma diferente. Numa primeira categoria ficarão as boas mãos, com as quais você pode acertar um bom top pair, como AQ, AK e até AJ e KQ. Estas mãos jogam-se bem com uma PSP de 4 a 6. Quererá flopar um par com um bom kicker. Se a PSP for muito alta e receber muita acção estas mãos não serão suficientemente boas para ganhar o pote. Tem de se assegurar que não vai atirar as suas fichas apenas com top pair. Se a PSP for alta, vá com calma com este tipo de mãos porque as implied odds são fracas.

A segunda categoria de mãos, será uma mão onde tem um bom top pair e um kicker relativamente bom. Mãos como QJs, KJs, JTs, TT, 99 e 88 pertencem a esta categoria. Com mãos destas não quererá que a PSP seja do tipo 4-6, mas sim algo de maior valor. Se encontrar muita resistência poderá facilmente foldar estas mãos, assim como noutras situações poderá ir all in se tiver fold equity ou tiver um bom draw. Contudo quererá uma PSP de 7 a 10.

A terceira categoria inclui draws fortes e pares para jogar em setmining. Entre estas mãos estarão suited connectors baixos e pares baixo, tipo 6's e 7's. Estas mãos jogam-se melhor com uma PSP entre 10 e 20. Se a PSP for maior estará numa situação em que precisa de nuts para poder por as fichas todas no meio.

Não falámos de monstros como AA e KK. Estas mãos jogam-se por si praticamente. Embora se a PSP estiver 6 e 10 as condições serão ainda melhores.

No livro Professional No Limit Hold'em os autores fornecem uma explicação mais detalhada sobre o tamanho dos raises pré-flop de forma a criar uma PSP apropriada. Por exemplo, se estiver a jogar {q-Hearts}{j-Hearts} a PSP ideal será algo entre 7 e 10. Imaginemos que quer atingir uma PSP de 8, terá de fazer um raise pré-flop de forma a atingir esse valor.

Se tiver {a-Hearts}{k-Spades} quererá uma PSP de 4 a 6, que fará com que jogue a mão de uma forma mais confortável pré-flop. Os autores aconselham a ter cuidado no uso desta técnica visto que os adversários mais atentos podem perceber e saberem o range com que se move.

Mais notícias

O que pensas?