Heads-up No Limit Hold'em : Estratégia Pré-Flop

  • Vincent van der Fluit / Daniel CordeiroVincent van der Fluit / Daniel Cordeiro
Heads-up No Limit Hold'em : Estratégia Pré-Flop 0001

Hoje vamos discutir como formar uma base sólida para jogar fullstack Heads-Up Hold'em Poker em pré-flop. Aqui iremos ver como jogar no botão e como jogar na big blind.

Em artigos de Heads-Up anteriores falamos sobre como ajustar o teu jogo para enfrentar short-stacks. Neste artigo iremos assumir que ambos os jogadores de cada exemplo têm stacks de 100 big blinds à sua frente.

Por muito que seja rentável jogar contra short-stacks, é ainda mais rentável se de repente esse short-stack se sentar na mesa com 100 big blinds. Talvez encontres um jogador fraco com 100BB, ou talvez queiras enfrentar um regular. Existem razões de sobra para jogar poker com stacks de 100bb.

Raise no botão

Estamos à procura de um range padrão que possas usar contra um oponente do qual pouco sabes. E precisamos também definir o montante para qual fazes raise.

Vamos dizer que estamos na primeira mão de um encontro Heads-Up e estás no botão com {q-Diamonds}{4-Spades}. Deves fazer raise com esta mão ou não? Para evitar este tipo de dilemas, é recomendável fixares um certo range. Uma boa base para começar o jogo seria abrir cerca de 70-80% das tuas mãos para 3bb. Podes simplesmente usar o Pokerstove (programa gratuito) e escrever 75%. Isto resultará no seguinte range:

Heads-up No Limit Hold'em : Estratégia Pré-Flop 101

Estes são os melhores 75% de todas as mãos, medidas em força contra mãos random. Agora, isto não quer dizer que estas são os melhores 75% de mãos para se jogar com stacks de 100bb. Se, por exemplo, preferires abrir um pote com 32s em vez de j4o, então deves definitivamente fazê-lo. Faz a tua própria selecção de 70-80% das mãos que preferes jogar.

Se te achares um pouco loose podes tirar algumas das mãos mais fracas da lista, ou se quiseres abrir mais podes adicionar suited connectors mais baixos. Podes começar por fazer alguns ajustes assim que consigas alguma informação sobre o teu oponente. Ele faz fold com frequência quando está na big blind? Então abre 90, 95 ou até 100% das tuas mãos. De cada vez que fazes raise, investes 2,5 big blind para ganhar 1,5. Portanto, só tem de funcionar 62,5 das vezes para tornar este movimento rentável. A situação torna-se mais complicada se o teu oponente responder com frequência quando na big blind.

Ajustar o teu jogo a alguém que faz call com frequência não é assim tão difícil. Se ele facilmente desiste do pote pós-flop, podes abrir bastante potes pré-flop, seguido de um C-bet para ganhares grande parte dos potes. Se ele faz call várias vezesw pós-flop e tenta movimentos, então o melhor é ires ver o flop com mãos mais fortes. Podes abrir com menos mãos e talvez tentar raises para 3,5-4bb se ele continuar a fazer call. Com um oponente como este deves fazer raise mais por value do que para tentar levar potes.

Quando estás frente a um jogador que faz bastantes 3-bet, existe um número de coisas que podes fazer:

• Abrir menos mãos (65-70%)

• Raises mais pequenos (para 2,5 ou até 2bb)

• Defender mais mãos (call a 3-bets)

• Bluff 4-bet

Abrir menos potes é uma maneira lógica de neutralizar várias 3-bets. Estás a tornar o teu range mais forte ao fazer fold a mãos mais fracas e ter em média uma mão mais forte. Isto é no entanto, uma linha passiva de adoptar, e estarás de uma certa maneira a aceitar a derrota. Estes 10% de mãos extras que estarás a fazer fold representam 15bb/100 que estarás a dar ao teu oponente sem grande oposição. Portanto esta linha deve ser adoptada apenas contra oponentes completamente mentais e contra aqueles que outros movimentos simplesmente não funcionam.

Abrir com raises mais pequenos é outra maneira de te protegeres de 3-bets. Mantens o pote mais pequeno e terás um melhor preço caso o teu oponente ajuste o tamanho da sua 3-bet. Estarás agora a ter a hipótese de jogar um pote em posição ainda com bastante dinheiro à tua frente. Vamos dizer que o teu oponente faz 3-bet para 10bb e tu fazes mini-raise. Da próxima vez é provável que ele reduza a 3-bet para algo entre 8bb. Se ele continuar a fazer 3-bet para 10bb, então estará a dar-te a hipótese de fazeres fold sem que te custe muito dinheiro.

Defender mais mãos é um ajuste que é melhor utilizado quando já tens alguma informação sobre o modo como o teu oponente joga. Está atento ao tipo de mãos com que ele faz 3-bet. Se fizer bastantes 3-bets com figuras podes facilmente defender de vez em quando com mãos tipo 98s. Se ele fizer 3-bets com frequência com suites connectors, então poderás fazer call com Ato. É também essencial que saibas o que fazer com AT num flop com QT3, portanto deves ter cuidado ao defender com estas mãos marginais. Boas mãos para te defenderes de um range desconhecido são mãos que ficam fortes no flop ou são já de si fortes, tipo QJs, Kqo, Ajo. Pode ser também boa ideia defender com mãos como AA ou KK de vez em quando em vez de fazer 4-bet.

O último ajuste que podes fazer é simplesmente fazer re-raise, ou por outras palavras bluff 4-bet. Mais sobre isto mais tarde.

Jogar na big blind

Jogar na big bling é mais difícil do que jogar no botão. O maior problema está em, obviamente, jogar sempre fora de posição, o que te dá uma grande desvantagem. Portanto recomendo jogar muito mais tight na big blind do que no botão. Se alguém abrir 100% das suas mãos para 3bb e tiveres {q-Hearts}{7-Clubs}, poderás dizer: "Tenho uma mão que tem 51% de equity contra o range dele e tenho 2:1 para call". Mas porque essa mão é muito difícil de jogar pós-flop, é ainda melhor fazer fold dessa mão pré-flop.

Tal como ter uma estratégia padrão para jogar no botão, é também útil ter um plano para a big blind. Uma boa ideia poderá ser defender cerca de 30% das tuas mãos caso não saibas nada acerca do teu oponente. Destes 30% podes fazer 3-bet a cerca de metade e call a outra metade. Mantém em mente que quando o teu oponente abre 100% das mãos dele, quererás apontar para os 37,5% sem mudar drasticamente o teu jogo, de outro modo o teu oponente poderá ter lucro ao simplesmente fazer raise de cada vez que está no botão. Na prática é lógico ter algumas perdas na big blind e compensar no botão. Mas minimizar as perdas na big blind tem o mesmo efeito positivo na tua percentagem de lucro como aumentar os teus ganhos no botão.

Ao observar os melhores 30% de mãos com Pokerstove, verás que aqui é um pouco mais essencial fazeres uns ajustes. Por exemplo, K4 não é na verdade uma mão jogável contra um bom oponente, enquanto que 89s é uma mão que provavelmente não quererás largar com tanta facilidade.

Aqui está um exemplo de um range bom e jogável:

22+, A2s+, K8s+, Q9s+, J8s+, T8s+, 96s+, 86s+, 75s+,64s+, 54s+, A7o+, K9o+, Q9o+, JTo+, T9o

Heads-up No Limit Hold'em : Estratégia Pré-Flop 102

Assim que decidas com que mãos defenderás a big blind, terás de decidir com que mãos farás call e com que mãos farás 3-bet. Podes começar por fazer 3-bet com mãos de muito valor como, TT+, AQ+. Poderás também querer fazer 3-bet com AJ, ATs, KQ e KJs para value, pois o teu oponente irá frequentemente fazer call com mãos mais fracas e poderás acertar num top pair forte no flop e jogar para a stack. No entanto, este range apenas representa 7.7% das tuas mãos, e quando contra um jogador que presta atenção, isto é facilmente explorável, visto que irás ter pouca acção nas tuas mãos grandes. Portanto recomendo que tenhas mais variedade no teu range de 3-bet.

Enquanto que ainda podes fazer 3-bet com KJs para value, isto torna-se mais complicado quando fazes 3-bet com uma mãqo tipo Qjo. Se no flop acertas numa Q ou num J e apostas todo o teu dinheiro, as hipóteses de estares batido são altas. Uma 3-bet aqui não seria portanto para value, mas QJo joga-se muito bem contra o range de qualquer oponente para o fazer foldar. Será melhor fazer apenas call com esta mão. Podes ver onde isto vai dar: um range 3-bet de um bom jogador irá consistir de mãos-value e bluffs, e as mãos entre uma e outra ele irá fazer flatcall. Portanto deverás adicionar alguns dos suited connectors mais baixos ao teu range 3-bet. Deste modo mantens-te imprevisível. Outras mãos boas para 3-bet são os pares baixos (22-66), pois torna-se difícil jogar estas mãos de modo rentável pós-flop, fora de posição contra um bom adversário.

Um exemplo de um range 3-bet bem equilibrado:

TT+, 66-22, ATs+, KJs+ T8s, 97s-96s, 86s, 75s, 64s+, 54s, Ajo, KQo, T9o

Heads-up No Limit Hold'em : Estratégia Pré-Flop 103

Estas são 13,3% das tuas mãos, que consistem de 7,7% de raises-value e 5,6% de bluffs. Porque o jogador médio não irá fazer 3-bet com frequência, isto é um bom começo. Ainda para mais, como sempre em No Limit Hold'em, e especialmente em Heads-Up, é importante ajustares-te ao teu adversário.

Um conceito importante é, não só ajustar a tua percentagem de 3-bet mas também as mãos com que fazes 3-bet. O teu oponente faz call a bastantes 3-bets, então da flatcall com alguns suited connectors e faz 3-bet com KJo, KTs, AT e A9s. Ao reduzir a tua frequência de 3-bet e deixar de fazer 3-bet com suited connectors é também uma boa opção contra um oponente fraco que não percebe o que estás a fazer.

Se o teu oponente faz fold a bastantes 3-bet, então retira AA, KK e outras mãos com valor mais fracas do teu range 3-bet e substitui-as por suited connectors. A razão disto é que agora estás contra mãos muito fortes se levares call, e não queres ter KJs nesta situação. Se alguém está constantemente a fazer fold, não queres desperdiçar AA e KK ao ganhar potes de 4bb. Mãos como T7s, 74s, 43s e mãos semelhantes ao teu range 3-bet, mãos com as quais ficarás contente por ganhar potes de 4bb. Outra boa ideia será aumentar a tua frequência de 3-bet. Se o teu oponente continua apenas a fazer fold, é uma boa ideia fazer 3-bet cerca de 25% das tuas mãos ou até mais até o teu adversário ajustar o seu jogo.

O tamanho da tua 3-bet é também muito importante. Se a tua 3-bet não é grande o suficiente, o teu oponente pode facilmente fazer call e tornar a tua vida pós-flop em posição muito difícil, mas quando fazes 3-bets muito grandes arriscas muito para ganhar muito pouco. O tamanho geral contra um raise inicial de 3bb, com stacks de 100b, será à volta de 10-11bb. Quando fazes raise de 10bb arriscas 9bb para ganhar 4. Isto terá de resultar 70% das vezes para ser rentável. Esse não será sempre o caso, por isso tem atenção à frequência com que o teu oponente responde às tuas 3-bets e ajusta a tua frequência de acordo com isso.

Se as stacks se tornarem mais deep que 100bb, aumenta ligeiramente as tuas 3-bets. Se por exemplo, fazes 3-bet de 10bb com stacks de 100bb, então farás 3-bet de 11bb com stacks de 125bb e 12bb com stacks de 150bb. De outro modo ficaria muito fácil para o teu adversário defender a sua mão e jogar o pote em posição. Ao não ajustares o teu range 3-bet ao tamanho das stacks estarás a tornar a tua vida desnecessariamente complicada.

NB: Esta teoria de 3-bet é mais fléxivel do que o teu range de raises no botão. Se queres fazer 3-bet por razões associados ao fluir do jogo ou descobriste um tell de tempo, podes desviar o teu range normal e basear o teu jogo na tua leitura. Apesar de deveres manter-te no teu range normal, não está escrito em pedra, por isso tens a opção de te desviar um pouco quando fazes certas leituras.

4 – e 5- Bet

Tal como com os teus raises iniciais no botão e 3-bets, é uma boa ideia determinar com antecedência com que mãos vais jogar até ao fim. Tal como anteriormente, isto é uma questão de ter uma estratégia padrão e ajustares-te ao teu oponente.

Um bom ponto por onde começar seria com mãos como TT-QQ/AK e AQs. Se o teu oponente estiver a jogar de modo agressivo, podes também adicionar AQo na tua lista. Se sabes que o teu oponente vai all-in de modo muito leve, podes também adicionar 99 ao teu range de 3- e 4-bet e levar esta mão até ao fim. Frequentemente terás uma ideia do modo como o teu oponente joga e podes ajustar imediatamente o teu range. Se um jogador faz 3-bet para 11bb, então podes fazer 4-bet para 26-28bb. Isto dá-te algum espaço para bluff sem forçar o teu oponente a fazer call por causa das odds. Estás também a deixar espaço para uma 5-bet all-in sem estares necessariamente comprometido com o pote. Quando fazes 4-bet para 27bb, estás a arriscar 24bb para ganhar 13bb. Isto significa que o teu oponente terá de fazer fold 65% das vezes para tornar esta jogada rentável. Certifica-te que ajustas as 4-bets ao tamanho das stacks para não dar ao teu oponente as odds certas para call.

Apesar de 4-bet serem frequentemente específicas à situação, faz toda a diferença o tipo de mãos com que fazes 4-bet. Não quererás fazer 4-bet com uma mão forte o suficiente para fazer call a 3-bet, mas que é fraca demais para fazer call a 5-bet all-in. Quando fazes 4-bet usa as mãos mais fracas e mais fortes do teu range. Tens uma vasta escolha de mãos fracas, mas as melhores das tuas mãos mais fracas são mãos tipo K5o e A3o, apenas pelo A e o K na tua mão. Estas cartas tornam menos provável que o teu oponente tenha A ou K, que são obviamente a maioria de mãos com que o teu oponente irá all-in.

É boa ideia manter AA e KK fora do teu range de 4-bet contra um jogador que não vai all-in facilmente. Isto porque há bastante valor em fazer apenas call com mãos destas e jogar pós-flop num pote com 20bb. Isto equilibra o teu range para fazer call a 3-bets, tal como o teu range para fazer 4-bet. Se um jogador vai all-in com frequência, por outro lado será boa ideia fazer 4-bet aos teus monstros e esperar por uma 5-bet.

O bluff 5-bet é algo que deves usar esporadicamente. Não é qualquer jogador que faz bluff 4-bet, portanto não faz muito sentido fazer bluff 5-bet contra um jogador que não está a fazer bluff. Poderão no entanto existir situações em que poderás fazer 5-bet bluff, se fazes com frequência 3-bet, então a primeira 4-bet será mais vezes um bluff do que uma value 4-bet. Por vezes o timing poderá dar-te a indicação de que o teu adversário poderá estar a fazer bluff ou tem na verdade uma mão forte com a qual quererá ir all-in. Se um jogador faz –bet muito rapidamente, as hipóteses de que ele esteja apenas farto das tuas 3-bets é alta, e decidiu responder mesmo antes de fazeres a tua 3-bet. Ele irá também precisar de algum tempo para decidir o que fazer com AA ou KK. Numa situação como esta poderás fazer 5-bet bluff desde que o teu oponente tenha deixado algum espaço e não fiques obrigatoriamente comprometido. Aqui tens também um bónus, se tiveres um Ás ou um Rei na tua mão, pois dão-te uma equity extra se levares call, e as hipóteses de ele ter um mão premium são menores. Apesar de não existirem muitos ases e reis no teu range 3-bet, podes facilmente usar AT para um bluff 5-bet.

Aqui está uma mão exemplo para demonstrar como um bluff 5-bet funciona:

Full Tilt Poker Game #10852419747: Table Worron (deep hu) - $0.50/$1 - No Limit Hold'em - 11:59:03 ET - 2009/02/26

Seat 1: Hero ($257)

Seat 2: Villian ($100)

Villain posts the small blind of $0.50

Hero posts the big blind of $1

The button is in seat #2

*** HOLE CARDS ***

Dealt to Hero {4-Hearts}{3-Hearts}

Villain raises to $3

Hero raises to $10

Villain has 15 seconds left to act

Villain has requested TIME

Villain raises to $25

Hero raises to $257, and is all in

Villain adds $25

Villain folds

Uncalled bet of $232 returned to Hero

Hero mucks

Hero wins the pot ($50)

*** SUMMARY ***

Total pot $50 | Rake $0

Seat 1: Hero (big blind) collected ($50), mucked

Seat 2: Villain (small blind) folded before the Flop

Vamos dizer que estás a levar 4-bet pela primeira vez e o teu oponente é um bom regular. Fazer call não é uma opção aqui portanto terás de fazer fold ou 5-bet. Com all-in arriscas 90bb para ganhar 35bb. Vamos dizer que o vilão faz 4-bet e dá call a all-in com AK, AQ e TT+, então ainda terás 29,8% de equity. Se o teu oponente faz aqui bluff 70% das vezes, irás ganhar (0,7*35)+((0,298*200)-(0,702*200))*0,3 = 0,26bb com este all-in.

O primeiro número é o montante de vezes que irás ganhar o pote pré-flop (70% das vezes, vezes 35bb), o segundo número é o montante de vezes que irás ganhar depois de levares call, o terceiro número é o montante de vezes que perderás a mão depois de um call, e o quarto número são os 30% das vezes que levarás call. Portanto depende da tua leitura. Se o teu oponente fizer bluff mais de 70% das vezes neste exemplo, este movimento será rentável, mas se faz bluff menos de 70% das vezes, o teu bluff 5-bet é –EV.

Mesmo que o teu oponente faça bluff menos de 70% das vezes, não é assim tão mau fazer um erro uma vez, pois ele irá pensar duas vezes da próxima vez que te fizer 4-bet. Poderás aqui recuperar as tuas perdas ao seres capaz de fazer 3-bet com mais liberdade mais para a frente no encontro.

Mantém em mente que este tipo de movimentos trazem grandes variâncias com eles, por isso não comeces a fazê-lo com muita frequência e evita-o se não gostares de arriscar. Apesar deste movimento ser +EV, ainda podes levar call um par de vezes e perder o pote.

Sumário

Neste artigo discutimos como te comportares pré-flop em jogos No Limit Hold'em Heads-Up. Cubrimos diferentes estratégias que poderás usar e como ajustar o teu jogo a diferentes estratégias do teu oponente. Se tiveres algum comentário ou questão, estás à vontade para as colocar no fórum.

Muito sucesso nas mesas!

Mais notícias

O que pensas?