Filosofia de um Freeroll

Filosofia de um Freeroll 0001

Para muitas pessoas, a maneira de construir uma banca, através de bónus ou de prémios em dinheiro, pode ser encontrada durante os torneios freeroll. Todos os sites oferecem-nos, com diferentes métodos de pagamento, mas a maioria é um campo de minas para os jogadores. Existem todo o tipo de Jogadores, desde os novatos verdinhos até aos veteranos calejados. Também existe a oportunidade de praticar o seu jogo e retirar algo pelo seu esforço.

Quando entrar num freeroll esteja preparado para gastar muito tempo e esforço, com a possibilidade extrema de não ver esse tempo recompensado a não ser que ganhe esse fererroll. O pagamento que recebe destes torneios é a experiência adquirida, que se usada correctamente, poderá traduzir-se em sucesso quando trilhar o seu caminho no mundo dos torneios e do ring.

A maioria dos jogadores aborda os freerolls com uma das 3 seguintes mentalidades:

1. "Malucos dos Freerolls" – São o tipo de jogadores que jogarão quaisquer duas cartas, a qualquer altura, e você TEM de estar preparado para eles. Estes são os jogadores que passados 30 minutos do começo do torneio têm uma banca enorme que podem se dar ao luxo de lhe fazer call com quaisquer cartas, ou são aqueles que estão no fundo da lista rebentando muito cedo.

2. "Os Praticantes de Torneios" – São os que lá estão para aprimorar o seu estilo de jogo. São os que lá se encontram para praticar o seu jogo, tapando buracos que têm se dado de conta no seu jogo e possivelmente podem até tentar novas jogadas que não ousariam fazer em torneios pagos. São os jogadores que construirão as suas bancas, atacando quando necessário, e usualmente ficarão a jogar pelo menos a primeira hora do torneio, a não ser que tenham dado de caras com os jogadores que seguem o plano anterior.

3. "Os Engraçadinhos" – Estes são os que participam só pelo prazer. Não pode ler as cartas, estilo de jogo ou outras coisas destes jogadores. O que pode ver é que eles estão a mesa por prazer, porque são aqueles que falarão de tudo e mais alguma coisa. Podem ser as pessoas mais divertidas na sua mesa, mas também podem ser o tipo mais perigoso de enfrentar porque encontram-se a jogar pela camaradagem do jogo e são bem capazes, quando têm as cartas, de o eliminar.

O perigo dos freerolls é que você irá ficar com maus hábitos que normalmente não faria nos jogos reais. Você sabe que o seu A ouros não é uma boa mão, mas poça, se as cartas caírem, tenho o nut flush. Também sabe que mais vezes vai perder do que levar os potes com este tipo de mãos. Posto isto, contudo, verá pessoas a jogar este tipo de mãos (quaisquer 2 cartas do mesmo naipe, 2 cartas seguidas, etc.). Somente com disciplina impedirá que isto aconteça. Será um bom teste para a sua paciência e habilidades nesta área.

Quando joga o freeroll, sempre achei que é bom aproveitar o tempo despendido para treina o seu jogo. Jogue como se estivesse num torneio a sério; existe algo, embora pequeno, em jogo e que vale o esforço. Se quer fazer experiências esta é a altura ideal. Este é o seu jogo; não deveria existir qualquer razão para jogar cartas que normalmente com que nunca veria os flops.

Os freerolls podem ser uma boa oportunidade para adquirir experiência em torneios, nos eventos certos, e para a sua banca inicial. Também dar-lhe-á uma importante experiência noutras partes do seu jogo, tais como não entrar em tilt, bluffs, e de como jogar em determinadas situações. A maneira como conduz o seu jogo é a diferença entre uma pessoa que joga poker e um jogador de poker.

Mais notícias

O que pensas?