Agora ao vivo
SPS Etapa #6 SPS 2017 - Main Event

6-Max Limit Hold'em: Estratégia Preflop

6-Max Limit Hold'em: Estratégia Preflop 0001

O Limit Hold'em (LHE) é frequentemente visto como o patinho feio ao lado do No Limit Hold'em. O Limit Hold'em é diferente do No Limit, onde pode perder toda a sua stack ou dobrá-la numa só mão. Por outro lado, em Limit Hold'em pode continuar a apostar e a fazer raise durante toda a mão transformando-o num jogo de maior acção, mas não tão intensa como em No Limit. Em LHE existe também mais ênfase no jogo posflop. Tem de tomar decisões em todas as streets e em cada uma dessas decisões precisa de avaliar a força da sua mão, da mão do seu adversário, etc. Além de que necessita de tomar a decisão mais lucrativa para si. Mesmo que o LHE não seja o seu jogo de eleição, vai aprender muito ao jogá-lo de vez em quando.

O conceito mais importante em LHE é a agressividade. Vai ter que ser sempre agressivo se acha que tem a melhor mão. Quando tem uma boa mão vai ter que continuar a apostar e a raisar até acreditar que o seu adversário tem uma mão melhor. Muitos oponentes vão fazer call no river com qualquer par, portanto é importante manter o valuebetting. Quanto ao slowplaying em LHE, simplesmente não o faça, nem antes nem depois do flop. Especialmente quanto está perante dois ou mais adversários, precisa sempre de apostar/raisar quando acha que tem a melhor mão.

Também precisa de ser agressivo nos seus draws. Existem duas razões importantes para isso. A primeira é que ao jogar os seus draws de forma agressiva, tem duas formas de ganhar o pote. Pode ganhar se completar o seu draw ou fazer com que todos os outros foldem. A segunda razão para fazer semi-bluff é para estabelecer um equilíbrio. Imagine que está a jogar contra um jogador que nunca faz bluff. Se ele apostar você facilmente fará fold das suas mãos marginais. Mas se souber que é um jogador que também faz bluff, será forçado a fazer call com uma alargada range de mãos. Então, para que seja pago quando tem uma boa mão, também precisa de fazer (semi-)bluff de vez em quando.

Raramente é boa ideia optar pelo semi-bluff quando está perante mais do que um adversário. Imagine que está a jogar apenas contra um oponente e decide fazer um semi-bluff. Se esse jogador fizer foldar a sua mão 1 em cada 3 vezes, isso significa que vai ganhar o pote ao fazer bluff 33% das vezes. Agora vamos supor que está perante dois adversários que também foldam a sua mão 1 em cada 3 vezes. Agora, a probabilidade de ganhar o pote com um semi-bluff é de 1/3 x 1/3 = 1/9, cerca de 11%. Como pode ver um semi-bluff num multiway pot raramente terá sucesso, portanto eu recomendo que apenas o faça em situações de heads-up.

Neste artigo vamos focar-nos na estratégica básica preflop para 6-max Limit Hold'em. Este artigo concentra-se em algumas situações muito comuns no jogo preflop; o que fazer quando todos foldam até si, como jogar no caso de haver raise e como jogar a partir do botão. Vou também falar sobre a posição relativa e defesa das suas blinds.

Numa mesa 6-max, tem quatro posições excluindo as blinds. O primeiro jogador a falar é o UTG (Under The Gun), seguido pelo MP (Middle Position), pelo CO (Cut Off) e finalmente o BTN (Button). A SB e a BB são a Small blind e a Big blind. Em LHE também pode apostar/raiser uma quantia predefinida. Preflop e no flop é a muito conhecida por small bet, que tem sempre o mesmo valor da big blind. No turn e no river temos a big bet, que é sempre o dobro da big blind. Uma mesa de $5/10 terá portanto uma small bet de $5 e uma big bet de $10. a maioria das salas de poker estabelece um limite para o número de apostas/raises que os jogadores podem fazer em cada street. Este limite normalmente é de 4 apostas.

Se todos fizerem fold até si

Se todos os jogadores na sua frente fizerem fold (ou se estiver UTG) é importante abrir o pote sempre com raise. Não tenha medo da possibilidade de os outros foldarem, normalmente terá sempre acção suficiente. Se todos foldarem, vai levar 0.75 big bets sem correr qualquer risco. Em média, apenas mãos como AA-QQ e AK subirão para mais de 0.75 big bets. Em baixo encontra uma lista de mãos com as quais pode fazer raise no caso de todos foldarem até si. Lembre-se que são apenas orientações e que pode sempre desviar-se delas no caso de ter uma boa razão para isso.

UTG: 55+, A5s+, K9s+, Q9s+, J9s+, T9s, 98s, 87s, A8o+, KTo+, QJo

MP: 44+, A4s+, K7s+, Q8s+, J8s+, T8s+, 98s, 87s, 76s, A6o+, K9o+, QTo+, JTo

CO: 33+, A2s+, K4s+, Q5s+, J7s+, T7s+, 97s+, 86s+, 75s+, 65s, A4o+, K6o+, Q8o+, J9o+, T9o

BTN: 22+, A2s+, K2s+, Q3s+, J4s+, T5s+, 95s+, 85s+, 74s+, 64s+, 54s, A2o+, K2o+, Q6o+, J7o+, T7o+, 97o+, 86o+

Se os seus adversário forem muito loose e conseguir muitas vezes ver o flop com 3-4 jogadores, terá de jogar um pouco mais tight e foldar mais mãos. Mãos do tipo A6o não se jogam tão bem contra vários adversários. Também não vai querer investir duas apostas para jogar 76s contra quatro adversários, embora esta mão se jogue bem em multiway em potes. O melhor que terá a fazer, no caso de estar sentado numa mesa com muitos jogadores loose, é foldar esta mão.

Se apenas estiverem cinco jogadores na mesa (incluindo você), então não existe a posição UTG. Se você for o primeiro a falar, está praticamente em MP.

Se houver um raise

Se um jogador fizer raise e todos os outros foldarem até si, tem duas opções. Fazer fold no caso de ter uma mão fraca ou fazer 3-bet com o intuito de isolar o seu oponente. Nesta situação, o call é de longe a pior opção. Primeiro de tudo deve sempre fazer re-raise se acha que tem a melhor mão, além disso, não quer dar à BB as odds correctas para dar call com mãos como J10o, 76s e 53s. Se ambas as blinds foldarem deixam no pote 0.75 big bets como dead Money. Isto significa que terá de ganhar o pote menos de 50% da vezes para continuar a ter lucro. Um exemplo: você está no button e o CO fez raise. Você fez a 3-bet, todos os outros foldaram (incluindo as blinds) e o CO deu call. Estão agora no pote 7.5 small bets e no entanto apenas investiu 3. Se ganhar a mão 40% das vezes, vai ter lucro de 7.5 x 0.4 = 3. Por outras palavras, continuará a ter lucro mesmo que a sua mão seja ligeiramente inferior à mão do CO.

As mãos com que pode fazer a 3-bet vão depender da range do jogador que fez o raise. O dead money no pote faz com que possa fazer re-raise com mãos ligeiramente inferiores. Então o raiser inicial pode decidir aumentar ainda mais a aposta, resultando numa maior perda no caso do seu adversário ter realmente um monstro. Como regra de ouro, pode fazer re-raise cerca de 50% das mãos em que existe um raise inicial. Se o seu adversário, por exemplo, aumentar ainda mais a aposta em 30% das mãos, você pode fazer re-raise em 15% delas. Para decidir com que mãos pode fazer re-raise deve saber qual a range de mãos do seu oponente. Se quiser fazer a 4-bet deverá pensar sobre as mãos com que o seu adversário está a fazer o re-raise e só o fazer com mãos que estão na frente dessa range.

Muitos oponentes vão desistir facilmente no flop depois de você ter feito re-raise preflop. Eles vão muitas vezes tentar ver o flop a ver se acertam, mas se falharem vão largar com facilidade. Aqui vai mais alguma matemática para si. Vamos voltar atrás, àquela situação em que o CO fez raise e você re-raise a partir do button. Estão agora no pote 7.5 small bets. Se o CO foldar apenas 12% das vezes, você continuará a ter lucro. Portanto, se souber que os seus adversários vão desistir facilmente das suas mãos no flop, pode optar por fazer re-raise mais vezes antes do flop.

No button com alguns callers

Isto não acontece muito em mesas shorthanded, mas por vezes vai estar no button com uma série de jogadores a darem call até si. Neste caso pode optar por ver um flop barato e jogar o resto da mão com posição. Uma vez que sabe que terminará num multiway pot, não deve pensar em fazer raise com mãos que não se jogam bem contra vários adversários. Uma mão do tipo A9o é bastante jogável aqui, mas não deve fazer raise com ela, enquanto que com uma mão do tipo QJs pode facilmente fazer o raise. Algumas das mãos com que pode fazer limp nesta situação são, 66, A8o, K9o, 76s, 33. Certifique-se que não expande demasiado a sua range. Mãos do tipo J6o, 42o e 35s continuam a ser mãos que não deve jogar aqui.

Posição Relativa

A posição é sempre muito importante no poker e em LHE também uma vez que terá de tomar muitas decisões depois do flop. As posições para o jogo posflop são decididas antes do flop. Se tiver posição, será muito mais fácil tomar essas decisões pois na altura de agir os seus adversário já o fizeram anteriormente. Todos têm consciência da posição absoluta, que é a posição que tem em relação ao botão do dealer. Além de posição absoluta, também existe algo chamado de posição relativa. Esta é a sua posição em relação ao jogador que tomou a iniciativa na mão (o jogador que fez raise preflop). Se esse jogador estiver imediatamente à sua direita num multiway pot, então a sua posição relativa é muito má. Se todos fizerem check no flop, até ao raiser inicial, é provável que ele aposte e depois você terá de decidir o que fazer. Terá agora de decidir se vai ou não colocar dinheiro no pote sem saber o que os outros jogadores à sua frente irão fazer. Se no entanto o jogador que fez raise preflop estiver imediatamente à sua esquerda, então você pode dar check e se depois ele apostar, todos os outros jogadores vão ter de tomar a decisão ante que você o faça. Para ilustrar melhor este conceito vou apresentar dois exemplos. Primeiro temos uma situação em que espera ter a posição relativa perfeita:

Situação 1: (6 jogadores) Hero na BB com {j-Spades}{5-Spades}

2 folds, CO raises, Button calls, SB folds, Hero calls.

Este é um easy call com J5s. Pode agora fazer check no flop e esperar pela acção do CO e do BTN para depois tomar a sua decisão. O facto de ter a posição relativa perfeita, dá-lhe informação sem que tenha que pagar algo por isso. No caso do CO apostar e o BTN fazer call, você também pode fazer call e ter a certeza que mais ninguém vai raisar. Se o BTN fizer fold à aposta do CO, também pode optar por fazer um bluff se achar que o CO falhou o flop. E se tiver uma grande mão pode fazer o check-raise aos dois jogadores depois do BTN dar call. Compare isto com a seguinte situação:

Situação 2: (6 jogadores) Hero na BB com {j-Spades}{5-Spades}

2 folds, CO calls, Button raises, SB folds, Hero calls, CO calls.

Se der check no flop, o CO também fará check a seguir ao qual o BTN fará uma continuation bet. Agora vai ter que decidir o que fazer sem saber qual o movimento que o CO vai fazer depois. Não pode simplesmente dar call para ver um turn barato porque o CO ainda pode optar por um raise depois do seu call. Também não vai poder fazer bluff aqui, porque tem dois oponentes e grande parte das vezes não vai funcionar. No caso de ter um monstro, existe uma grande probabilidade que o CO folde após o seu raise (nuca fazer slowplay). Este situação é sem dúvida muito pior para você quando comparada com a primeira situação. Neste segundo exemplo a melhor opção teria sido o fold preflop.

Embora o conceito de posição relativa se aplique apenas a partir do flop, terá que o considerar na hora de tomar a sua decisão preflop. Na situação 1 pode ser muito mais loose no seu call pois terá melhor posição depois do flop. Na situação 2 será muito mais difícil de jogar depois do flop, razão pela qual deve jogar mais tight nesta situação.

Na situação 2 deve inclinar-se mais para fazer a 3-bet no sentido de isolar o preflop raiser. Por exemplo, se tiver 99, na situação 1 poderia simplesmente dar call, mas na situação 2 vai melhor a sua situação ao fazer a 3-bet e tentar ficar em heads-up. Na situação 1 a hipótese de ficar em heads-up é mínima.

Defender as blinds

Roubar e defender as blinds são parte crucial nas mesas shorthanded, uma vez que vai estar nas blinds 33% das vezes numa mesa 6-max.

Na Small Blind

Se estiver na small blind e um jogador fizer raise e todos os outros foldarem, na maior parte das vezes também vai ter que foldar ou então fazer 3-bet. Se apenas fizer call vai oferecer à big blind odds de 1:5 para o call, decisão fácil com uma grande range de mãos uma vez que terá a posição relativa perfeita. Se fizer 3-bet, ele vai ter que pagar 2 apostas, o que resultará muitas das vezes num fold a menos que tenha uma boa mão. Se ele foldar, vai deixar dead money no pote o que significa, mais uma vez, que você necessita de ganhar a mão menos de 50% das vezes para que o movimento seja rentável.

Pode mais uma vez usar a regra de ouro nesta situação, de apenas fazer a 3-bet com mãos que estão na frente da range com que o seu adversário faz raise. Se o BTN fizer raise, por exemplo, e se achar que ele o faz com 40% das mãos, então pode fazer o re-raise com 20% das suas mãos. Se no entanto, o UTG fizer raise (com 20% das suas mãos) então poderá fazer a 3-bet com 10% das suas mãos.

Na Big Blind

Quando está sentado na big blind e enfrenta um raise não vai necessitar de fazer re-raise uma vez que já se encontra numa situação de heads-up. Tem odds de 1:3.5 para o call. Como orientação pode decidir pelo call com 60% das suas mãos. De acordo com o PokerStove, a range de mãos é a seguinte:

22+, A2s+, K2s+, Q2s+, J2s+, T2s+, 95s+, 85s+, 74s+, 64s+, 54s, A2o+, K2o+, Q4o+, J7o+, T7o+, 97o+, 86o+, 75o+, 65o

Tenha sempre em mente que precisa de considerar de onde foi feito o raise. Se o raise foi feito pelo jogador UTG, por exemplo, é mais provável que ele tenha mesmo uma boa mão e você deverá jogar mais tight e foldar mais mãos.

Como alternativa pode optar por nunca fazer 3-bet na big blind (se souber que vai ver o flop em heasd-up). Depois pode fazer check-raise muito mais vezes no flop e conseguir o mesmo valor para a sua mão. A única diferença é que nesta situação não vai dar qualquer informação sobre a força da sua mão. Se o flop trouxer K-7-6, por exemplo, e você fizer check-raise, tanto pode ter 8-9 como A-A. Isto faz com que seja muito mais difícil para o seu adversário colocá-lo numa mão e consequentemente ele vai cometer mais erros.

Gostaria de salientar que esta estratégia não é para todos. Você não pode simplesmente foldar sempre que falhar o flop, depois da inevitável continuation bet do seu adversário. Alem disso também vai perder valor preflop quando não fizer raise com mãos do tipo A-A. Terá depois de encontrar uma forma de compensar o valor que perdeu preflop.

Mais notícias

O que pensas?